A série “The Mandalorian” não virou notícia apenas por causa da sua ótima trama e pela aparição de personagens amados, mas também pela forma como foi filmada, já que seu criador, Jon Favreau, usou uma tecnologia vinda dos games para reduzir o custo de produção, que normalmente pode chegar à estratosfera se botarmos na conta locações, equipes de filmagens, equipamentos, extras, etc.

A tal tecnologia é o motor gráfico Unreal Engine da Epic Games, empresa por trás de “Fortnite” e pelo primeiro “Gears of War“, que é usado em PCs e videogames da atual e da próxima geração para criar ambientes virtuais e personagens em detalhes assustadores, aproximando-os da realidade.

Favreau  uniu-se à própria Epic Games e à Industrial Light & Magic, responsável por boa parte dos efeitos digitais produzidos em Hollywood, para desenvolver a StageCraft technology, que é, em síntese, uma grande tela que exibe os cenários das cenas em backgound. Essa tela é montada em um estúdio e pode tanto ficar atrás da cena como circundá-la quando exibe os ambientes previamente criados no computador.

Com isso, os atores são beneficiados porque a tela verde (chroma key) é quase totalmente eliminada, o que traz ganhos para suas atuações que podem ter mais referências. Outro benefício é que o ambiente criado pode ser refeito, remodelado e iluminado de acordo com as preferências do diretor e do diretor de fotografia. Objetos, inclusive, são incluídos e apagados facilmente pela equipe de animadores.

Imagem: Divulgação/Disney

Por estarem quase prontas, as cenas recebem menos trabalho de pós-produção, como, por exemplo, o de fazer que a iluminação e as texturas sejam iguais no ambiente virtual e no real ao uni-los no produto final, o que reduz o custo e o tempo para o lançamento da obra. Evidentemente, há outros procedimentos mais complexos que precisam ser feitos, mas nada que se compare ao trabalhoso processo feito quando se usa a tela verde, isso de acordo com os profissionais que já estiveram envolvidos nas duas formas de produção.

O sucesso da técnica foi enorme e novas produções deverão usá-la no futuro, ainda mais agora que os estúdios estão procurando alternativas para voltar a filmar com segurança por causa do coronavírus. A StageCraft technology proporcionará a eles uma forma de fazer filmes e séries com cara de superproduções usando o mínimo de mão de obra humana no processo.

Para mais detalhes, veja o vídeo de explicação sobre o processo de filmagem feito pela Industrial Light & Magic abaixo (sem legenda ou áudio em português, infelizmente).

Imagens e Vídeo: Divulgação/Industrial Light & Magic/Disney


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Rodrigo Chinchio

Formou-se como cinéfilo garimpando pérolas nas saudosas videolocadoras. Atualmente, a videolocadora faz parte de seu quarto abarrotado de Blu-rays e Dvds. Talvez, um dia ele consiga ver sua própria cama.

Previous 5 séries encurtadas pela pandemia de coronavírus
Next Turma Da Mônica: 15 Gibis que vão mudar sua visão de mundo

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close