Segundo a The Recording Industry Association of America, pela primeira vez após 34 anos, as vendas de vinil superaram as de CDs. Nos Estados Unidos, as vendas de discos de vinil lucraram mais de 230 milhões de dólares, enquanto a venda de CDs arrecadou cerca de 129 milhões de dólares. A última vez que isso aconteceu foi no ano de 1986!

Mesmo com a pandemia, a queda nas vendas de vinis não foi tão grande se comparada com a de CDs. Desde o início da crise mundial, a queda nas vendas de discos de vinil foi de apenas 23%. Já as vendas de CDs caíram 48%, e as faixas digitais levaram a melhor nessa, caindo apenas 22%.

A pandemia do novo coronavírus trouxe muitos prejuízos para o entretenimento no geral.  No caso específico da música, o lucro diminuiu em cerca de 6%. Isso porque a renda proveniente de streaming ajudou muito, como já era de se esperar. Algumas gravadoras, como a Warner, também registraram altas perdas com relação à receita de shows e merchandising, porém, registraram boa arrecadação nas compras digitais e streamings de música.


Imagem: Divulgação (Crédito: jcomp/Freepik)


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Amanda Moura

Bibliotecária, doutoranda em História das Ciências, e das Técnicas e Epistemologia. Apaixonada por cinema, séries e cultura em geral. Sem Os Goonies talvez não estivesse por aqui.

Previous “PodEsquete”, o podcast de humor que faz sucesso nas redes
Next Netflix diz que “Cuties” é contra a sexualização de menores

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close