De romance a literatura infantil, separamos cinco livros que neste 2018 completam Bodas de Ouro de sua publicação para você incluir em sua listinha de propósitos de leitura neste ano que se inicia, e, se já os leu, vale a pena retomá-los, e, para quem ainda não desfrutou destas preciosidades, fica a dica da Woo! Magazine:

1º – 2001 – A Odisseia no Espaço, de Arthur C. Clarke

O primeiro de uma coleção de quatro memoráveis livros que mistura romance e ficção científica com tons futuristas, sendo os outros três que o completam: “2010 – Uma Odisseia no Espaço II”, “2061 – Uma Odisseia no Espaço III” e “3001 – A Odisseia Final”. A história cinquentenária teve uma adaptação para o cinema que foram lançados juntos, sendo este de direção de Stanley Kubrick.

Uma narrativa que salta da pré-história, em tempos remotos, para o ano 2001, prevendo um mundo futurista onde cientistas percorrem o espaço em busca de seus questionamentos. O mais interessante de toda a história é o questionamento que já existia há 50 anos sobre o uso da Inteligência Artificial. Leitura e adaptação cinematográfica fantásticas!

2º – Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcelos

Uma ficção Infanto-Juvenil que arranca lágrimas não só de crianças e jovens, mas de qualquer leitor. Narra a história de um menino pobre, que convive em uma família numerosa e pouco dada a afetos, porém ao mudar-se ele faz um novo amigo: um pé de laranja lima, que se torna confidente de suas aventuras, dramas e travessuras.

Uma obra que foi traduzida para mais de 50 línguas, também teve adaptações para o cinema, televisão e peças teatrais. Já teve mais de 150 edições só no Brasil e mais de dois milhões de cópias vendidas. Há 15 anos que não tinha uma nova edição em nosso país, por conta disto, no ano passado a editora Melhoramentos lançou uma edição comemorativa de seus 50 anos.

3º – O Último Verão, de Evan Hunter

Um romance inglês, conta sobre um verão estranho vivido por quatro jovens em uma bela praia, onde se envolvem com álcool, drogas e sexo, tudo isto tem início com um simples e singelo gesto inocente de uma das garotas (Sandy) de salvar uma gaivota ferida.

Esta história também teve uma adaptação para o cinema logo no ano seguinte, tendo como diretor Frank Perry. Aqui no Brasil, o livro foi publicado pela editora Expressão e Cultura e teve uma sequência lançada cinco anos depois, “A Ilha de Gelo”.

4º – Hollywood, Nua e Crua, de Dulce Damasceno de Brito

Um livro que podemos definir como livro-reportagem e ao mesmo tempo de memórias, conta a experiência vivida pela autora, jornalista, durante os mais de quinze anos vivendo em Hollywood como correspondente. Nele, há relatos de sua vivência, entrevistas com personalidades e curiosidades de como os artistas faziam para chamar a atenção e ganhar fama no mundo tão sonhado e idealizado pelos artistas.

Apesar de relatar fatos de um período bem distante do atual, serve para dar uma ideia de como as mulheres sofriam (e hoje ainda sofrem) com o machismo predominante no meio artístico. Publicado pela editora O Cruzeiro, conta com 183 páginas e desperta o interesse dos apaixonados pelo cinema e suas curiosidades.

5º – Grimble, de Clement Freud

Um livro infantil, ideal para ser livro pelos pais aos filhos, já que fala sobre as aventuras de um menino de aproximadamente dez anos, que conta com pais malucos e desajeitados, que resolvem viajar e deixar o menino apenas com a despensa cheia e endereços de pessoas para contatar durante cinco dias, e assim se passa a aventura deste menininho incrível, com histórias engraçadas e divertidas que tornam o livro sempre atual, mesmo sendo já cinquentão!

Com apenas 44 páginas, foi lançado no Brasil pela editora Orientação Cultural, tendo uma continuação: “Grimble no Natal”.

O que achou de nossas 5 dicas de livros cinquentenários? Vamos relembrá-los?