Conheça cinco produções de destaque da HBO que abordam tabus da sociedade

As séries se consolidaram como o principal formato para abordar de forma artística temas que merecem tratamento, desenvolvimento e roteiros profundos. As ficções da HBO souberam abrir debates e promover conversas sobre temáticas que já foram tabus, mostrando o lado B de diversas situações, além de expor realidades muitas vezes desconhecidas pelo público. A seguir, confira as principais produções já realizadas pelo canal:

1. O debate sobre a legalização da maconha “O Pico da Neblina”

Imagem: Divulgação/HBO

E se a maconha fosse legalizada? A nova produção da HBO realizada no Brasil promove um debate atual e polêmico. O que aconteceria se o comércio e o consumo de maconha saíssem da clandestinidade em uma metrópole latino-americana como São Paulo? A série, criada por Quico Meirelles (filho do famoso cineasta Fernando Meirelles, que dirige dois episódios) não pretende dar respostas, e sim como ficção contribuir para o debate a partir da história de Biriba (Luis Navarro), um ex-traficante de drogas que decide se tornar empreendedor no negócio legal de venda de maconha – associado a um dos seus principais clientes, Vini (Daniel Furlan).

2. As mulheres solteiras em “Sex and the City”

Imagem: Divulgação/HBO

A série é uma das pioneiras. Teve um enorme impacto cultural a ponto de mudar a percepção sobre as mulheres solteiras. A série, que estreou há quase 20 anos, mostrou por meio dos olhos e das experiências de quatro amigas de Nova York – Carrie, Charlotte, Samantha e Miranda – uma visão feminina sobre como viver a sexualidade sem tabus e exercer a liberdade na hora de escolher diferentes caminhos para as suas vidas. Ao longo de seis temporadas, as histórias das protagonistas provocaram discussões sobre o papel da mulher na sociedade fora da família, o sucesso profissional, a independência financeira, o aborto, o câncer, o sexo ocasional e outros temas relevantes para as mulheres contemporâneas.

3. Adolescência nua e crua em “Euphoria”

Imagem: Divulgação/HBO

Protagonizada por Zendaya, a série exibe uma visão nova e direta das problemáticas que os adolescentes enfrentam hoje. Em oito episódios, são abordados os principais conflitos de um grupo de estudantes do ensino médio enquanto eles vivem questões como a identidade de gênero, o amplo espectro da sexualidade adolescente, a relação com as drogas e com as bebidas e a redefinição do amor e da amizade para as novas gerações. Tudo isso em uma época em que os vínculos estão marcados pelas redes sociais e sua amplificação na internet. Em uma realidade impactante, na qual o sentimento de pertencimento e a aceitação fazem parte da definição da identidade, cada um destes adolescentes luta para encontrar um sentido para o futuro.

4.Cinema e censura na trilogia “Magnifica 70”

Imagem: Divulgação/HBO

A história se passa na indústria do cinema underground no Brasil dos anos 70. Como funcionário da Censura Federal em São Paulo, Vicente (Marcos Winter) era responsável por avaliar e censurar filmes durante a ditadura militar. Mas, ao ver A Estudante Fogosa ficou deslumbrado com a protagonista, a misteriosa Dora Dumar (Simone Spoladore). Seu fascínio o levou a buscá-la e ele acabou trabalhando na produtora Magnífica Cinematográfica ao lado do dono, Manolo (Adriano Garib), marido de Dora. A paixão pelo cinema em uma época de repressão e censura definiu o destino dos personagens principais.

5. O casamento igualitário no século 19 em “Gentleman Jack”

Imagem: Divulgação/HBO

Baseada em uma história real, a série britânica recria a vida da revolucionária Anne Lister, uma mulher que desafiou as regras do século 19 e ficou conhecida como a primeira lésbica moderna. Gentleman Jack mostra a fazendeira Anne Lister (1791-1840) e sua determinação de transformar seu destino, assumindo as rédeas dos negócios de mineração da família e se casando com uma mulher. A vida de Anne foi minuciosamente registrada nos seus diários, escritos em código. Sua decodificação permitiu retratar os detalhes mais íntimos da vida de uma mulher que combateu o status quo da sua época.

Quem estiver afim de ver como os temas foram abordados, assista tudo na HBO GO.

Show Full Content
Previous 8º Fetaerj em Cena Curta abre inscrições para o Festival de Esquetes
Next Chaves – Um Tributo Musical

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close