Um dos grandes escritores e roteiristas americanos, Michael Crichton foi responsável por grandes clássicos do cinema, entre eles o sucesso de bilheteria “Jurassic Park”. Crichton era mestre em trazer obras de ficção científicas com descrições que iam a fundo nos assuntos abordados, como viagem no tempo, manipulação genética, entre outros. Mais um exemplo da obra do escritor é o filme “Westworld” que hoje se tornou uma das séries de maior sucesso na HBO.

Michael faleceu em 2008, mas deixou uma grande obra, que até hoje vem sendo descoberta, como o recém lançado “Dente de Dragão”. Por esse motivo, separamos uma lista de 7 livros de Crichton que  adaptados para o cinema e que você deve conferir.

1 – O Enigma de Andrômeda

Imagem: Divulgação/TCM

A primeira grande obra de Michael Crichton traz um thriller científico a frente do seu tempo. Com a sabedoria de um cientista e médico, Crichton esbanja conhecimento para falar sobre vida extraterrestre de uma forma que foge do lugar comum. O mistério e as tramas surpreendem. Não à toa, O Enigma de Andrômeda foi adaptado para o cinema. Contudo, o longa dispõe de poucos recursos para entregar o que Crichton escreveu em seu livro, principalmente devido a época da produção, 1971 e acabou caindo no esquecimento (vale lembrar que Michael dirigiu o filme). Já em 2008, uma minissérie que adaptava a história do livro também foi lançada em 2 capítulos. Todavia, não é nenhum exagero dizer que uma readaptação desse livro poderia ser um filme de grande sucesso, caso seja realizado da maneira correta, diante das opções cinematográficas disponíveis atualmente.

Sinopse:

Um satélite espacial cai em uma pequena cidade na Terra. Por causa da colisão, uma bactéria fatal que veio do espaço começa a dizimar a população. Enquanto isso, uma equipe de cientistas trabalha em um laboratório no subsolo tentando encontrar a cura. Eles descobrem que entre os infectados, apenas sobreviveram um bêbado e uma criança. A solução precisa ser encontrada antes que toda a humanidade seja exterminada.

2 – Jurassic Park

Imagem: Divulgação/ Universal Pictures

Um dos maiores clássicos dos anos 90, “Jurassic Park” também é baseado na obra de Crichton. O livro de ficção científica foi disputado por ninguém menos que Steven Spielberg e James Cameron para ganhar uma adaptação cinematográfica. No fim, Spielberg levou a melhor e com o próprio Michael escrevendo o roteiro, o longa revolucionou o que se conhecia como efeitos especiais na época. “Jurassic Park” em 1993 se tornou a maior bilheteria do cinema, levou 3 Oscars e já tem mais 4 sequências até aqui, sendo um dos ícones da cultura pop e responsável pela popularização dos dinossauros.

Sinopse:

Um parque construído por um milionário (Richard Attenborough) tem como habitantes dinossauros diversos, extintos a sessenta e cinco milhões de anos. Isto é possível por ter sido encontrado um inseto fossilizado, que tinha sugado sangue destes dinossauros, de onde pôde-se isolar o DNA, o código químico da vida, e, a partir deste ponto, recriá-los em laboratório. Mas, o que parecia ser um sonho se torna um pesadelo, quando a experiência sai do controle de seus criadores.

3 – Congo

Imagem: Divulgação/Paramount Pictures

Outro longa que poucas pessoas sabem que foi baseado em um livro de Crichton é “Congo”. Mais uma história que une ciência e aventura de forma eficaz. O longa possui alguns fãs fieis, apesar de não ter feito muito sucesso. No entanto, para quem conhece e gosta da forma de Crichton contar uma história, tanto o filme quanto o livro são ótimas pedidas. E não seria exagero nesse caso também falar que o livro merece uma readaptação mais atual nos cinemas.

Sinopse:

Um grupo de pessoas vai ao coração da África por motivos diversos: uma mulher (Laura Linney) tenta descobrir qual o motivo das mortes em uma equipe de uma empresa de comunicação para a qual trabalha, além de também averiguar se seu ex-noivo continua vivo e ainda tentar arrumar uma matéria-prima indispensável. Já um jovem pesquisador, que através de uma nova tecnologia fez uma macaca falar, viaja com o objetivo de devolvê-la a selva. Existe ainda um romeno que se faz passar por filantropo, mas na verdade quer encontrar uma cidade perdida onde estariam as minas do Rei Salomão. Mas todos serão ameaçados por algo desconhecido.

4 – Linha do Tempo

Imagem: Divulgação/Linha do Tempo

Uma história que traz aventura, o universo medieval minuciosamente pesquisado e a viagem no tempo com especificações científicas bem detalhadas, o livro “Linha do Tempo” também ganhou uma adaptação para os cinemas. O elenco contou com ninguém menos que Paul Walker como protagonista. No entanto, ao fugir e simplificar a história do livro, o longa perdeu a essência de Crichton e acabou recebendo duras críticas. E, se pensarmos bem, o livro “Linha do Tempo”, renderia uma ótima adaptação no formato de seriado.

Sinopse:

Enquanto trabalhava no local de uma escavação arqueológica, o professor Johnston tropeça em uma fenda e mergulha de volta no tempo para o século 14 na França. O cientista maluco Robert Doniger, que acidentalmente criou a fenda ao desenvolver um aparelho de teletransporte, envia o filho do professor, Chris, e sua protegida Kate de volta no tempo para resgatá-lo. Infelizmente, a missão de resgate é desviada por uma sangrenta batalha entre a França e a Inglaterra.

5 – Esfera

Imagem: Divulgação/Paramount Pictures

Outro livro de Crichton que também possui uma adaptação cinematográfica que divide opiniões é “Esfera”. Apesar de contar com Dustin Hoffman, Sharon Stone e Samuel L. Jackson o longa de Barry Levinson não cativou o público em geral e quase não é lembrado hoje.

Sinopse:

Um grupo de especialistas formado por um psicólogo, um matemático, uma bioquímica e um astrofísico são convocados pelo governo americano para analisarem uma espaçonave, que está a trezentos metros de profundidade no Oceano Pacífico. Mas ironicamente este grupo foi formado com base em um relatório bastante fantasioso elaborado pelo psicólogo, que apenas o redigiu para ajudar a pagar sua casa. Assim, este grupo, que nunca trabalhou junto, tem a tarefa de participar de uma missão ultra-secreta e se defronta com uma misteriosa esfera, que passa a influir nas suas vidas, despertando e tornando realidade seus maiores temores.

6 – Sol Nascente

Imagem: Divulgação/20th Century Fox

Em 1993 outro livro de Crichton que virou filme foi “Sol Nascente”. A história de investigação que envolve a cultura japonesa traz dois personagens centrais, John Connor e Web Smith que no cinema foram vividos respectivamente por Sean Connery e Wesley Snipes.

Sinopse:

Um poderoso conglomerado japonês inaugura, em plena Los Angeles, a Torre Nakamoto. Na festa de lançamento uma série de empresários americanos são convidados, por estarem em negociações com os japoneses. Entretanto misteriosamente a garota de um dos executivos orientais aparece assassinada, durante a festa. Para investigar o caso são chamados o agente Web Smith (Wesley Snipes) e John Connor (Sean Connery), que viveu durante muito tempo no Japão. Enquanto Connor ensina a Smith aspectos da cultura nipônica, ambos investigam o assassinato.

7 – The Lost World

Imagem: Divulgação/Universal Pictures

“The Lost World” foi um caso especial para Crichton que, até então, não fazia sequência para seus livros. Mas diante do sucesso de “Jurassic Park” nos cinemas e pedidos de Steven Spielberg, Crichton desenvolveu a continuação do livro. O filme chegou aos cinemas em 1997, porém, sem o aporte incisivo de Crichton no roteiro, o longa acabou com inúmeras diferenças que o fez fugir completamente da história do livro, e, nesse caso, para pior. Isso fez com que “The Lost World: Jurassic Park” recebesse uma enxurrada de críticas negativas.

Sinopse:

Quatro anos após o fechamento do empreendimento da Ilha de Nublar, o Jurassic Park, um inigualável parque onde vários tipos de dinossauros deveriam conviver de forma pacífica, o magnata (Richard Attenborough) responsável pelo projeto descobre que no “sítio B”, local onde os dinossauros foram criados, ainda restava algumas espécies vivas. Visto isso, resolve enviar uma equipe para verificar as condições de montar um novo parque, sem cometer os erros antigos e, para isso, convoca um dos seus antigos cientístas (Jeff Goldblum) que condenou o parque. Mas, como sabia que ele recusaria sua oferta, envia antes sua namorada (Julianne Moore), também pesquisadora, que estava empolgada pela idéia de poder de provar sua teoria sobre alguns dinossauros. O cientista, sem opção, resolve salvar sua namorada e segue para a ilha, mas coincidentemente um outro grupo comandado pelo sobrinho do magnata chega região, com o intuito de capturar os animais. No entanto nada sai como o planejado e os dois grupos perdem seus equipamentos de comunicação, mas a situação fica realmente crítica quando os animais começam a reagir contra a presença humana. Assim, o terror logo se espalha e ambos os grupos passam a lutar por suas vidas.


Imagens: Divulgação/Micheal Crichton (Créditos: Alvaro Tapia Hidalgo)


Sympla

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Dan Andrade

Cursando Produção Cultural atualmente, sempre foi apaixonado por cinema e decidiu que de alguma forma trabalharia com isso. Tendo como inspiração Steven Spielberg e suas histórias que marcaram gerações, escreve, assiste, lê e aprende, para um dia produzir coisas tão grandes e que inspirem pessoas como um dia ele o inspirou.

Previous Universal Pictures disponibiliza série sobre a Primeira Guerra Mundial com historiador Leandro Karnal
Next A Netflix divulgou o novo trailer de “Para Todos os Garotos – P.S.: Ainda Amo Você”

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close