Autora do sucesso “A Falsa Noiva“, Janice Diniz é destaque entre os autopublicados do Kindle

O Kindle é uma ferramente que vem se popularizando cada vez mais no Brasil. O dispositivo para leitura, criado pela Amazon, facilita o acesso a leitura, a qualquer hora e em qualquer lugar, seja de um livro, de um jornal ou revista, tudo de forma digital, trazendo a facilidade da tecnologia para o dia a dia.

Ou aspecto bacada e que a Amazon com o Kindle trouxe, e divulgou na Bienal do Livro é a autopublicação. Uma forma simples e fácil de publicar um livro, e se tornar um autor, quem sabe de sucesso.

E foi durante o painel “Autopublicadas e Empoderadas” que pudemos bater um papo com Janice Diniz, uma das autoras que provam o sucesso e o benefício que uma ferramenta como essa pode trazer.

Imagem: Divulgação/Bienal do Livro (Creditos: Danilo Andrade)

Janice tem o segundo livro mais lido atualmente, entre os autopublicados,. “A Falsa Noiva“, além de vários outros sucessos. Cofira a nossa entrevista:

Dan Andrade – Janice, você se surpreendeu com o sucesso que conquistou através da autopublicação no Kindle?

Janice Diniz – No início foi surpresa, pois eu não acreditava muito no livro digital, até porque isso ainda é muito novo no Brasil. Mas a principal surpresa mesmo, pra mim, foi o retorno em números de leitores além do alcance das minhas publicações, não apenas no Brasil, mas em outro países também, como como Itália, Áustria, Espanha, Austrália… Quer dizer, tenho leitores espalhados pelo mundo.

D. A. – Você conhecia os livros digitais antes de começar a publicar? Costuma a ler livros desse tipo?

J. D. – Eu conhecia muitos livros digitais, que eram aqueles e-books de não ficção, onde as pessoas escreviam para atrais público para um curso, mas somente conhecia, não lia. Eu também não frequentava livrarias. Eu sempre peguei livros em blibiotécas.

D. A. – E qual a importância de uma ferramenta como essa, que a Amazon oferece através do Kindle, de se autopublicar?

J. D. – A importância está na autonomia do escritor, o escritor como dono e administrador de sua carreira. Ele agora não está mais nas mãos das oscilações do mercado editorial, nem dependendo da avaliação de um editor , que de vez em quando, nem leva em conta o talento do autor, e os números. Então, o autor é independente pela Amazon, é dono da sua carreira, empreendedor de si mesmo, dono do seu sucesso ou fracasso, sempre com o poder de decisão nas mãos.

Imagem: Divulgação/Harlequin Books

D. A. – Você daria alguma dica para autores que querem se auto publicar por essa ferramenta?

J. D. – A primeira dica e se focar em trabalhar muito, e não apenas em fazer networking com outros autores. Eu sempre me foquei muito no trabalho. Trabalhe muito primeiro e sabendo o público que você quer atingir (no meu caso o público feminino) e desenvolva uma estratégia, depois ou antes de publicar o seu livro, sempre direcionando ao público alvo, sabendo o que este compra na Amazon, e, a partir disso, você escreve o que você vai querer que seja lido.

D. A. – E quais as próximas novidade de Janice Diniz? 

J. D. – Com a Amazon eu tenho o lançamento da última publicação desse ano agora. Estou com “A Falsa Noiva” que é o segundo romance mais lido da Amazon, publicado em agosto. Estou lançando também “Bruto e Seduzido” pela Harlequin Books, eu fui descoberto por essa editora através da Amazon, pois eu nunca havia publicado em outro lugar. E no ano que vem eu vou seguir publicando 6 livros pela Amazon e um pela editora.