Com estreias todas as quintas, plataforma tem no Line-Up inicial 10 longas

A experiência do filme exibido na tela grande está deixando saudade no espectador. Afastado das salas de cinema fechadas por conta da pandemia de COVID-19, o público poderá aproveitar uma nova experiência a partir de 28 de maio: a plataforma Cinema Virtual. O projeto trará título inéditos e premiados, que estarão disponíveis em www.cinemavirtual.com.br. Além de ter acesso a um conteúdo exclusivo sem sair de casa, o espectador poderá escolher sua rede exibidora de preferência, que receberá parte da renda de cada sessão.

A cada quinta-feira, o Cinema Virtual trará estreias, além de manter disponíveis os títulos mais desejados da semana anterior, escolhidos pelo público. Estarão na plataforma, a cada semana, entre 10 e 15 títulos (veja a lista completa abaixo), todos inéditos no cinema e em plataformas de streaming.

Em seu line-up, o projeto já conta com longas como: Os Olhos de Cabul”, filme exibido no Festival de Cannes 2019 e premiado em Annecy (2019); Copperman – Um Herói Especial, que acaba de ganhar o Prêmio do Júri BIFF JR de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Brasília; Antes de Partir, estrelado por Brian Cox, vencedor do Globo de Ouro de Melhor Ator; Corpus Christi, que concorreu ao Oscar 2020 de filme internacional pela Polônia, perdendo apenas para “Parasita”.

Impacto econômico sofrido pelos cinemas

“Desde que os cinemas fecharam, em março, ficamos preocupados com as atividades do setor audiovisual, em especial com os exibidores, que têm um impacto muito maior na perda de receita. Poder lançar um filme com o selo de Cannes, como ‘Os Olhos de Cabul’, durante este período e ainda saber que parte dos ingressos vai para as salas de cinema, que estão hoje fechadas, traz uma dupla satisfação para a Vitrine. Primeiro, estamos oferecendo para o nosso público uma animação de excelente qualidade, premiada em grandes festivais do mundo. E ainda mantemos a união de toda a cadeia, permitindo que as pessoas participem ativamente no apoio aos cinemas que frequentam e se associaram ao projeto”, comenta Felipe Lopes, diretor da distribuidora Vitrine.

Ingressos

Para assistir, o usuário deve acessar www.cinemavirtual.com.br, escolher o filme, selecionar estado, cidade e rede exibidora de preferência. O ticket só poderá ser comprado depois dessa etapa, garantindo, assim, que todos os exibidores serão remunerados. Cada sessão custa R$ 24,90 e vale por 72 horas. Alguns filmes poderão ter preços promocionais, dependendo do acordo entre distribuidor e exibidor. “Os Olhos de Cabul” é um deles e estará na plataforma com o valor de R$ 19,90. Os filmes podem ser assistidos em até três plataformas diferentes, entre celular, Smart TV, computador, tablet. O filme ficará em cartaz por até 15 dias e, depois, terá que cumprir uma janela de até 90 dias para ser oferecido em plataformas digitais.  Participam do projeto, até o momento, os exibidores PlayArte, Cine Arte Pajuçara, Cine 14 Bis, Paradigma Cine Arte, Cineramabc, Kine Vitória, Cine Company, Cine Topázio Indaiatuba, Mobi Cine.

Imagem: Divulgação


Apoia-se

Show Full Content
Previous Planta & Raiz e Rappin’ Hood repetem parceria na quarentena
Next “Liga Da Justiça – Snyder Cut” pode custar até 30 milhões de dólares

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close
CLOSE
CLOSE