Uma nova saga adolescente

Baseado no Romance de Rick Yancey, estreia no próximo dia 21 de janeiro nos cinemas brasileiros o filme “A Quinta Onda”. Com os direitos adquiridos desde 2012, a produção vem sendo desenvolvida desde então e somente agora é apresentada ao público.

A história gira em torno de uma invasão extraterrestre à terra. Através de uma avançada tecnologia, os agressores provocam uma sequência de quatro “ondas” (eventos) mortais que acabam dizimando grande parte do planeta. Com isso, um grupo de militares resolve utilizar crianças para somar força nessa luta desigual. Entre essas se encontra Cassie, uma adolescente que corre contra o tempo para salvar o irmão que foi separado dela, antes que a temível quinta onda possa acontecer.

A produção fica por conta de vários nomes, entre esses o de Tobey Maguire (O ator do primeiro “Homem Aranha”), e estúdios como Columbia Pictures, que trazem um produto superior a outros similares (“Crepúsculo”, “Nove Luas” e etc). Projetado para ter outras continuações, seguindo as histórias contadas nos livros, o primeiro acaba sendo uma agradável aventura.

Tendo um roteiro trabalhado por profissionais experientes da indústria, como Sussanah Grant (Erin Brockovich), Akiva Goldsman (O cliente) e Jeff Pinkner (Fringe), é normal esperar um pouco mais da história e não ter esse retorno. Contudo, existem elementos consistentes no filme que o deixa mais interessante que outros projetos adolescentes, incluindo o desenvolvimento de algumas personagens e a tensão em cenas especificas. O Script sofre com falhas típicas de filmes do gênero, com alguns diálogos estranhos em momentos desnecessários e outros clichês (O cara bonito sem camisa sendo visto pela adolescente). Mas, se analisarmos o contexto por um outro ângulo, o mesmo é completamente aceitável, uma vez que os livros e filmes que seguem o estilo são feitos primeiramente para um público específico. Sendo assim, a estrutura conceitual do roteiro segue uma linha desejada pelos estúdios e fãs da obra.A direção de J. Blakeson (roteirista de Abismo do medo 2) é boa e segura, talvez o melhor do filme. Com alguns planos fechados, trabalhados através de enquadramentos não tão convencionais, cortes secos e o uso de câmera lenta em algumas cenas, o diretor acaba desenvolvendo um trabalho mais ágil e interessante.

O elenco é liderado pela talentosa Cholë Grace Moretz, na pele de Cassie Sullivan. Seu trabalho é simples e natural, deixando a personagem mais crível do inicio ao fim. Nick Robison faz um dos interesses da adolescente (Sim, teremos um triângulo amoroso), Ben Parish, e está bem na personagem. Entretanto o trabalho do ator Alex Roe, fica a desejar e se perde bastante nas cenas com Moretz. Liev Schreiber e Maria Belo também estão no filme, com personagens bem construídos e consistentes.

A fotografia de Enrique Chediak (Maze Runner), é a segundo ponto perfeito do filme. Com uma boa composição entre cores e tons, ele consegue criar muito bem as duas fases do enredo, antes e depois do ataque. Um dos enquadramentos mais interessantes, com uma iluminação significativa, e que cria uma bela analogia com a historia, se encontra no caminhar de um dos soldados com o personagem de Ben Parish em direção ao galpão. Mas, prefiro não entrar em detalhes para não criar spoilers.

A Quinta Onda não é um filme para todos os gostos, mas tem tudo para ser um sucesso entre adolescentes. Com cenas de ação, entre um romance rapidamente desenvolvido, temos nessa produção uma história agradável e cativante. Vale a pena ir e se divertir.

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Daniel Gravelli

Daniel Gravelli é um brazuca que parle français e roda uns filmes por aí. Apaixonado pelos universos da escrita e da atuação, tem um caso com o teatro e morre de amores pelo cinema. Fotógrafo e crítico nas horas vagas, gosta de cozinhar, apreciar um bom vinho e trocar ideias interessantes.

Previous No Escurinho: Chloë Moretz e A 5ª Onda
Next ZOOM it: Um olhar dançante da fotografia por Mario Veloso

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close