Connect with us

Hi, what are you looking for?

Crítica

Crítica: Um Casal Inseparável

Um Casal Inseparável
Imagem: Divulgação/H2O Filmes/Globo Filmes/Tv Zero

A comédia romântica é um dos clichês mais explorados no cinema. A leveza que esse tipo de filme traz, em conjunto com a idealização de relacionamentos amorosos, costuma trazer deleite ao público. Acrescentamos à isso histórias rápidas, de fácil compreensão e com produções baratas, esse conjunto praticamente garante o sucesso comercial. Contudo, nos últimos anos, existe uma tendência em agregar valores atuais para trazer algum significância para o clichê batido, percebemos um pequeno esforço em “Um Casal Inseparável” nesse sentido e, ao menos, há uma certa originalidade no enredo.

Poster - Um Casal Inseparável
Imagem: Divulgação/H2O Filmes/Globo Filmes/Tv Zero

O longa traz a jovem Manuela (Nathalia Dill), uma professora de vôlei, de personalidade forte, que não leva desaforo para casa, seja de quem for. Enquanto Léo (Marcos Veras), é um médico que atrai olhares, mas que acaba se encantando por Manuela. Contudo, após iniciarem a relação, eles irão perceber que a vida a dois é recheada de atritos e isso os separa. Mas eles continuam se gostando e não devem desistir fácil um do outro.

Aqui, temos um longa que sabe utilizar dos artifícios disponíveis no clichê, sem necessariamente perder a própria originalidade. Com personagens bem marcados em suas características – ao nível de caricatos – o roteiro guia a história sem prender-se em uma dinâmica que já é batida desse tipo de filme: A conquista. Assim, aposta está em ir direto ao relacionamento e mostrar trazer nos erros e interpretação dos personagens a dinâmica.

Advertisement. Scroll to continue reading.

É interessante como a forma que se desenha faz com que o filme não fique cansativo, tão pouco previsível. Ainda assim, falta um pouco de desenvolvimento dos protagonistas. Isso é amenizado pelo elenco de apoio, que cria as principais situações cômicas.

Um Casal Inseparável
Imagem: Divulgação/H2O Filmes/Globo Filmes/Tv Zero

Assim, destaca-se Esther (Totia Meireles) e Isaías (Stepan Nercessian), pais da protagonista e que possuem papel fundamental para juntar o casal. Nesse núcleo, a comicidade consegue trazer algo ainda mais interessante, que é um aspecto familiar muito natural. Ao tempo, a direção consegue trazer para Marcos Veras, comediante de origem, um aspecto menos forçado na piada e para Nathália Dill, uma atriz dramática, algo mais para a comédia. E a química entre os protagonistas acontece – algo imprescindível para uma boa comédia românica.

Por fim, ainda que não seja uma história de argumentos elaborados, ou mensagens significantes, “Um Casal Inseparável” tenta fugir de aspectos comuns, ou despista-los pela forma que desenha a sua história. Isso fica claro em como a relação do casal de protagonistas e desenhada, sem príncipes encantos ou mocinhas indefesas. Assim, temos um longa nacional divertido, original e gostoso de assistir.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Um Casal Inseparável
Crítica: Um Casal Inseparável
Sinopse
Apesar de não ter um relacionamento como meta, Manuela se encanta por Léo. Eles então iniciam um romance que tempos depois acaba. Em meio a conversas e reflexões, a dupla tenta chegar a um denominador comum.
Prós
A história sabe buscar originalidade dentro do clichê.
As atuações transparecem naturalidade
Os coadjuvantes agregam à veia cómica do filme.
Contras
Alguns personagens somem e voltam de repente. Isso é estranho.
3
Nota
Written By

Cursando Produção Cultural atualmente, sempre foi apaixonado por cinema e decidiu que de alguma forma trabalharia com isso. Tendo como inspiração Steven Spielberg e suas histórias que marcaram gerações, escreve, assiste, lê e aprende, para um dia produzir coisas tão grandes e que inspirem pessoas como um dia ele o inspirou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Filmes

Com Nathalia Dill e Marcos Veras longa estreia dia 9 de setembro exclusivamente nos cinemas Nathalia Dill e Marcos Veras vivem o equilíbrio delicado...

Séries/TV

Recentemente foi divulgada qual trama irá substituir “Tempo de Amar” no horário das seis na programação da Globo e o público já está com...

Advertisement