Connect with us

Hi, what are you looking for?

Entrevistas

Hermes Carpes fala sobre a estreia da peça “Sabe Quem Dançou?”

Se dividindo entre atuação e direção Hermes Carpes traz um espetáculo de qualidade e muito divertido com a peça “Sabe Quem Dançou?” 

A tragicomédia “Sabe Quem Dançou?” entrou em temporada dupla esse mês com apresentações todas as terças-feiras de setembro no Rio de Janeiro, no Teatro Vannucci e as sextas-feiras em São Paulo, no Teatro Ruth Escobar.

Há alguns anos, Hermes Carpes se encarrega do papel de protagonista dando vida ao Madonna e também dirige o espetáculo. Agora, com a produção da Wallaroo Corp. a peça traz algumas novidades no elenco além de uma reformulação na trama, porém mantendo-se fiel à montagem original.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Entretanto, um dos pontos mais complicados na montagem desse espetáculo, assim como de vários outros no nosso país, acaba sendo a busca por apoio e patrocínio. A peça estreou essa nova temporada sem nenhum patrocínio, e conta com a dedicação de quem a faz para sobreviver e assim, carregar essa nova e curta temporada.

O elenco da montagem de São Paulo tem duas alterações em relação ao Rio de Janeiro, sendo assim além de Hermes Carpes a temporada atual conta com mais sete atores, Ronaldo Spedaletti, Saint-Clair de Castro, Alexandre Amaral, Jean Coué, Klaus Hee e João Machado (Standing) e entrando na próxima semana, no Rio de Janeiro, o ator Kalel de Oliveira.

Foto: Aimée Borges/ Hermes Carpes e Saint-Clair de Castro na estreia do Rio de Janeiro

Conversamos um pouco com Hermes Carpes e ele nos contou sobre a estreia no Rio de Janeiro e em São Paulo. Confira: 

Danilo – Como foi para você a receptividade do público a esse novo formato da peça “Sabe Quem Dançou?” nas estreias do Rio de Janeiro (terça-feira) e em São Paulo (sexta-feira)?

Advertisement. Scroll to continue reading.

Hermes – O público é sempre muito carinhoso, por isso sempre faço questão de ir para frente tirar fotos e conversar, para saber o que cada um achou, afinal tudo foi feito para eles. E graças a Deus, eles sempre estão lá com um sorriso no rosto e parabéns. Quem vê de fora acha que é fã clube. Mas é gratidão!

Fazer teatro não é fácil, principalmente em um país onde o incentivo a cultura é baixo. Sabendo disso, gostaríamos que você falasse um pouco como foi todo o processo de montagem do espetáculo para essa temporada?

O processo ainda está acontecendo e está sendo bem difícil, pois os Teatros são caros, a locomoção de uma cidade para outra também e temos até agora ZERO de patrocínio. Os empresários acham que um espetáculo que tem um homem com roupa feminina no cartaz pode trazer problemas para sua MARCA. A menos que você esteja com sua cara na novela das oito. Caso contrário, você vai ter que se virar sozinho. A peça depende exclusivamente do público e, graças a Deus, ele não nos abandona. Convido os empresários a assistirem o espetáculo, tenho certeza que terão orgulho de patrocinar um projeto com tanta qualidade.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Foto: Aimée Borges/ Hermes Carpes e Ronaldo Spedaletti na estreia do Rio de Janeiro

Hermes, além de atuar você dirige esse espetáculo há alguns anos, entre trocas de elencos e mudanças estruturais, o que você diria que essa temporada traz de melhor e de diferencial em relação às anteriores?

O amadurecimento artístico. Como estou trabalhando com parte do elenco diferente, faz com que eu faça dois espetáculos diferentes por semana. E cada dia, eu descubro uma maneira diferente e melhor de fazer. A cada apresentação ou ensaio é uma descoberta. Nesta temporada dupla eu me permiti curtir mais o lado ator, então pedi para o Ronaldo Spedaletti (Cabo) que é um excelente diretor, para fazer a supervisão de cenas. Isto me deu uma liberdade maior de criação.

Agora, gostaria que você deixasse uma mensagem direta para as pessoas que ainda não assistiram, fazendo um convite para o espetáculo. 

Querido público que gosta de Teatro de verdade, não deixem de assistir a este espetáculo. Ele tem drama, comédia, suspense, show, amor, tensão e relaxamento. Com certeza, você vai se divertir, mas não de uma forma vazia ou rasa, e irá pra casa com uma sensação de ter assistido algo que você não vai saber explicar.  Só vai sentir que seu peito está pulsando mais forte como um primeiro beijo.

Advertisement. Scroll to continue reading.

E você o que está esperando para seguir o conselho de Hermes Capes e assistir “Sabe Quem Dançou?”?

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

Cursando Produção Cultural atualmente, sempre foi apaixonado por cinema e decidiu que de alguma forma trabalharia com isso. Tendo como inspiração Steven Spielberg e suas histórias que marcaram gerações, escreve, assiste, lê e aprende, para um dia produzir coisas tão grandes e que inspirem pessoas como um dia ele o inspirou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode ler...

Crítica de Teatro

Sensações, emoções, sentimentos, lembranças. Quantas coisas uma música pode passar para uma pessoa? Quando estamos imersos a uma canção a mente viaja, relaxa e...

Espetáculos

No dia 6 de junho (segunda-feira), às 20 horas, no Teatro Claro Rio, em Copacabana, acontecerá as entregas dos prêmios do 16º Prêmio APTR...

Espetáculos

“Flashback Experience: O Musical” traz clássicos da música para o Rio de Janeiro Quem nunca dançou ao som de “Dancing Queen” do grupo Abba,...

Espetáculos

Produção, que também realizará ensaio aberto, promete fortes emoções e reflexão sobre a sociedade A sociedade é feita a partir de escolhas próprias de...

Advertisement