Ainda bem, o final de semana chegou!
Não aguentava mais olhar pra tela daquele computador.
Nado no café, confesso.
Acho que vou à praia, sabe. Sentir que estou em paz e que conseguirei lidar com tudo.
Ou cinema! Eu não gosto de praia, qual a graça de ficar melado e molhado?
Não faz sentido, deixa pra lá.
Gastar dinheiro indo ao cinema faz com que eu me sinta inteligente.
Pelo menos alguma arte eu aprecio, né.
Assim também sinto que passo uma boa imagem.
Sempre a tal da imagem… Não concordo, mas sigo.
Melhor ficar em casa. Economizo um dinheiro e no próximo final de semana vou à boate.
O pessoal aqui da rua sempre vai, eles desistiram de me chamar faz tempo.
Mas dessa vez eu vou. Vou fazer o estilo porralouca.
Preciso de um momento só pra sair de mim. Todos precisam.
Enquanto o trabalho me esgota a mente, faço uso do meu tempo livre só para enchê-la.
Faço o que for pra esquecer o caminho de volta pra casa.
Contudo, muito me agrada a vida. Se não fosse ela, não teria café.
Como passar a semana sem me debruçar na cafeína?
Se faz prudente dormir, amanhã o trem das 7h (não) me espera.

Por Letycia Miranda


Apoia-se

Show Full Content
Previous Crítica: Direito de Amar
Next 10 filmes que todo adolescente dos anos 2000 precisa assistir

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close