Crise mundial gerou inúmeros desempregados

Ted Sarandos, diretor de conteúdo da Netflix, anunciou a criação de um fundo de cem milhões de dólares para ajudar profissionais da indústria cinematográfica que estão sem trabalho por causa das paralisações das produções de filmes e séries do canal de streaming. No mundo todo, inúmeras filmagens foram suspensas por causa da disseminação do vírus Covid-19.

Em uma carta divulgada no blog da Netflix dos EUA, Sarandos disse que a empresa quer ajudar, durante esse momento difícil, a comunidade que a deu suporte nos bons momentos. Boa parte do fundo irá para os trabalhadores que participam de alguma produção da casa, mas também haverá dinheiro para a indústria como um todo. Por isso, quinze milhões irão para parceiros.

Imagem: Divulgação/Netflix

Detalhes sobre a liberação da verba serão dadas na próxima semana, mas ele ainda revelou que um milhão irão para outro fundo, o SAG-AFTRA Covid-19, e mais um milhão para AFC e Fondation des Artistes. Enquanto isso, segue incerta a data de retorno dos trabalhos, já que a pandemia parece só piorar ao redor do globo. Realmente, se trata de um belo gesto da Netflix em meio a um cenário que beira a catástrofe.

Lembrando que a onda de solidariedade também está vindo de várias outras empresas e personalidades da cultura pop. Um exemplo é a atriz Amy Adams, que criou um perfil no Instagram para dar visibilidade ao projeto Save With Stories (Salvar com histórias).


Vakinha

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Rodrigo Chinchio

Formou-se como cinéfilo garimpando pérolas nas saudosas videolocadoras. Atualmente, a videolocadora faz parte de seu quarto abarrotado de Blu-rays e Dvds. Talvez, um dia ele consiga ver sua própria cama.

Previous Netflix diminui qualidade da imagem no streaming a pedido da União Europeia
Next 10 filmes originais Netflix para assistir durante a quarentena

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close