Connect with us

Hi, what are you looking for?

Séries/TV

Nós somos as mulheres criadas por Shonda Rhimes

No dia 8 de março, comemora-se o “Dia internacional da mulher”. Essas, que durante anos tiveram seus direitos à margem da sociedade, estão cada vez mais ganhando seu espaço e continuam, diariamente, em uma luta constante contra o conservadorismo e o patriarcado.

Shonda Rhimes é a criadora da ShondaLand, uma produtora norte americana responsável por algumas séries de tv conhecidas no mundo todo: “Grey’s Anatomy”, “Scandal” e “How To Get Away With Murder”. Essas séries tem uma característica em comum: são todas protagonizadas por mulheres e, essas mulheres, somos nós! Já falamos um pouco sobre algumas dessas séries na matéria “protagonismo feminino nas séries” .

Advertisement. Scroll to continue reading.

Nós somos Meredith Grey, Olivia Pope e Annalise Keating. Somos suas conquistas, suas dores, suas lutas. Somos todas as mulheres das séries de Shonda Rhimes porque, no fundo, nós somos Shonda Rhimes. Essa mulher que se inseriu num mercado dominado por homens, bateu no peito e conseguiu, mais uma vez, a renovação de suas tramas. Ela, que nos mostrou que podemos ser médicas, assessoras e advogadas, também mostra que a luta é diária e contínua.

Quem somos nós

Meredith Grey, a médica que passou por uma diversidade de eventos ruins e nunca deixou de ser forte; Izzie Stevens, julgada por sua aparência física e não por seu talento; Cristina Yang, que não queria corresponder as expectativas da sociedade, ou seja, não queria ser mãe e nem casar, mas sim ser uma cirurgiã brilhante.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Miranda Bayley, que segundo o seu marido trabalhava demais e tinha pouco tempo para o filho; April Kepner, que depois de passar por um trauma familiar tornou-se mais madura; Maggie Pierce, por ser negra é sempre confundida como uma enfermeira.

Amelia Shepard, que viveu a sombra do irmão a vida inteira; Jo Wilson, sobrevivente de um relacionamento abusivo que se reergueu.

Olivia Pope, uma mulher determinada que segura sozinha todos os escândalos políticos; Mellie Grant, a primeira dama ambiciosa que precisou ser forte dentro da sociedade política patriarcal; Quinn Perkins, extremamente determinada até conseguir o que deseja e Abby Whelan, que também sobreviveu a um relacionamento abusivo no qual sofria agressões físicas.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Annalise Keating, advogada que passou por grandes traumas na vida e lutou (continua, inclusive) para se reerguer; Michaella Pratt, a menina adotada por uma família branca que sempre a tratou mal; Laurel Castillo, menosprezada em sua família por ser mulher e Bonnie Winterbottom, que passou por uma infância marcada de abusos psicológicos, e físicos, e até hoje não se restabeleceu totalmente.

Das inúmeras mulheres criadas por Shonda Rhimes, só podemos ter uma certeza: por mais que não tenhamos vivido exatamente o que essas mulheres viveram, a sororidade existe e se faz presente. Em vários episódios, a autora nos mostra situações que fogem do fictício, pois acontecem diariamente com milhões de mulheres ao redor do mundo. O dia internacional da mulher é só um dia, o respeito e a equidade precisam ser diários.

As mulheres precisam ser respeitadas dentro e fora da ficção. Para acompanhar mais essas guerreiras assista “Grey’s Anatomy”, “Scandal” e “How To Get Away With Murder” na Netflix.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Bônus: Private Practice

O spin-off de “Grey’s Anatomy” traz a Doutora Addison Montgomery (Kate Walsh) à frente de uma clínica privada em Los Angeles. A atriz está no elenco da nova série original Netflix, “13 Reasons Why”.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

Acredita ser uma criação do Projeto Leda enquanto espera o Doutor com a sua Tardis. É apaixonada por cachorros, gosta de acender incensos, observar estátuas e tomar café. Descobriu que tudo é passível de crítica e desconstrói os enredos das mais de cem séries que já viu, para os leitores da Woo Magazine.

26 Comments

26 Comments

  1. Inajara

    5 de março de 2017 at 17:54

    Shonda Rhimes é a deusa das séries! Ninguém cria séries e personagens como ela, não tem um uma série dela que eu não acompanhe (inclusive tô vendo o último episódio de Greys exatamente agora!)… E as personagens femininas dela, principalmente as protagonistas, são exemplos de vida! Uma salva de palmas eterna pra Shonda!

    • Júlia Cruz

      7 de março de 2017 at 14:31

      Concordo plenamente, Inajara! Ninguém cria personagens e séries como a Shonda, nisso ela é impecável mesmo. Tenho algumas queixas em relação as mortes causadas por ela nas séries também, mas a gente ignora pra enaltecer ela como mulher hahahaha <3

      Volte sempre 🙂

  2. Thaís Gama

    7 de março de 2017 at 15:12

    Eu ainda não assisti nenhuma dessas séries e não sabia que eram todas criadas por uma mulher.
    É tão importante ter essas referências de quem podemos ser no mundo, alguém com quem podemos nos identificar e até nos inspirar para superar os nossos próprios problemas.

    • Júlia Cruz

      8 de março de 2017 at 20:33

      É muito importante sim, Thais. Cada vez mais as mulheres estão se inserindo no mercado do audiovisual e isso é muito importante. Representatividade importa, sempre. Shonda Rhimes faz isso com maestria. Obrigada pelo seu comentário. 🙂

  3. Indahia

    7 de março de 2017 at 15:38

    Nossa que Mara! Não conhecia ela háha não sou muito de Assistir séries prefiro filmes de terror hahaha mas pelo que vi ela é um exemplo Mara Maraaa mesmo de vida! É a forma com que ela cria os personagens meu que bacana!! Realmente isso mesmo nós precisamos ser respeitada dentro e fora de quaisquer coisa !! Amei

    • Júlia Cruz

      9 de março de 2017 at 23:13

      Morro de medo de filme de terror hahahaha acho que por isso me viciei em séries. Assista qualquer uma das séries dela, teho certeza que você irá gostar. A Shonda passa uma mensagem muito forte.

      Obrigada pelo seu comentário. 🙂

  4. Suellen Marques

    7 de março de 2017 at 15:40

    Que post bacana! Eu assisto How to get away with murder, e amo! Tenho curiosidade sobre essas outras. Sei todas são excelentes atrizes. Mulher é um ser incrível. Deus é perfeito em tudo que faz.

    • Júlia Cruz

      11 de março de 2017 at 13:41

      Mulher é bem incrível mesmo, Suellen. E cada dia mais vamos conquistando um espaço que também precisa de mulheres como a Shonda. Eu adoro How To Get Away With Murder! É, sem dúvidas, uma das minhas preferidas.

      Obrigada pelo seu comentário.

  5. Lorena Schveper

    7 de março de 2017 at 15:42

    Um texto que me arrepiou. Um texto que mexeu comigo porque essas mulheres me acompanham, me ensinam e me fazem refletir a cada dia mais. Um texto que me deixou encantada e maravilhada porque a sensibilidade que tu inseriu aí foi incrível! Parabéns. <3 Sou criada por Shonda Rhimes com orgulho demais! <3

    • Júlia Cruz

      11 de março de 2017 at 13:45

      Ahhh Lorena, que bom que o texto mexeu contigo, porque esse era o propósito dele. Fiz o texto pra alcançar as milhões de mulheres criadas pela Shonda, tanto dentro quanto fora da ficção. Somos todas criadas pela Shonda Rhimes, tenho certeza!

      Obrigada pelo seu comentário.

  6. Luciana Marques

    7 de março de 2017 at 15:57

    Uaaaaaau, arrasou no texto! Essa mulher é mesmo incrível e fez as melhores séries da vida. Vejo e revejo sem parar, não me canso! Muita verdade e sensibilidade em cada palavra, adorei!! Sou criada por Shonda ♥

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 15:54

      Todas nós somos, Luciana! E ser criada pela Shonda é coisa pra se orgulhar mesmo! Obrigada pelo seu comentário! Beijos.

  7. Juliana rodrigues

    7 de março de 2017 at 15:58

    Realmente ela arrasa nas criaçoes de personagens!!!! A maioria das series que sei que ela faz corro para ver porque sei que vou amar!!!

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 15:54

      Eu também amo as séries dela, Juliana. Ela merece muito prestígio mesmo porque só cria programas incríveis. Obrigada pelo seu comentário! Beijos.

  8. Naiara Santos

    7 de março de 2017 at 16:46

    Que bacana seu post, muito interessante mesmo. Eu não assisto série, mas minha irmã e apaixonada por essa série e o que você falou e muito importante pois as vezes muitas pessoas assistem a série mas não percebem o que realmente a produtora que mostrar, que são a realidade de várias mulheres. Beijoos ❤️❤️

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 15:55

      Exatamente, Naiara! Vivemos em uma época onde qualquer representatividade importa. É importante retratar as mulheres como elas são, e não como a sociedade quer que elas sejam. Obrigada pelo seu comentário! Beijos.

  9. Fátima Souza

    7 de março de 2017 at 16:55

    Gente amo muito Greys anatomy. Chorei só de ver seu post. É um amor tão grande que não consigo explicar. Nunca me imaginei ter amor assim a um seriado. Amei seu post.bjs

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 15:57

      Caramba Fátima, jura? Eu tenho vários amigos que assistem Grey’s Anatomy e amam assim como você! Acho que é um dos dons da Shonda Rhimes hahahaha! Obrigada pelo seu comentário! Beijos.

  10. Gabriel

    7 de março de 2017 at 17:08

    Arrazou no post👏👏 não conhecia nenhuma dessas mulheres, vou procurar saber mais delas. Parabéns para todas as mulheres do mundo. Sucessos para vc e o blog!

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 15:58

      Obrigada, Gabriel. Procure conhecê-las, você não irá se arrepender. Obrigada pelo seu comentário. Beijos.

  11. Vivian

    7 de março de 2017 at 17:19

    Nossa, que talento ne? Confesso que não sou muito fã de séries, é bem difícil eu consegui acompanhar uma série inteira hahaha! Mas adorei o seu post, arrasou!

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 15:59

      Ela é talentosa demais, tem que ser uma pessoa muito incrível pra criar séries tão boas assim. E nem sou eu que puxo o saco da Shonda não rs, é o público mesmo, que faz as séries dela serem renovadas anos após anos. Obrigada pelo seu comentário. Beijos.

  12. Erick Correia

    7 de março de 2017 at 17:55

    Um arraso esse post! E que cada vez mais o protagonismo feminino esteja presente em diversas áreas da sociedade, porque isso é importante sim! Beijos!

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 16:00

      Valeu, Erick! É isso aí, o pensamento é esse mesmo. Cada vez mais precisamos da representatividade e vamos conquistá-la, nem que seja de pouquinho em pouquinho. Obrigada pelo seu comentário. Beijos.

  13. Fany

    7 de março de 2017 at 18:44

    Ahhhhh, o que falar dessa postagem? Eu sou simplesmente apaixonada apor essa mulher e suas criações! Ela é o talento em pessoa! Grey’s Anatomy é minha série favorita dela <3 Personagens forte pra caramba! Amo <3 Beijos

    • Júlia Cruz

      17 de março de 2017 at 16:01

      Ahh obrigada Fany!!! Concordo plenamente com você, a Shonda é incrível. Beijos e obrigada pelo seu comentário.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Filmes

Filme de apocalíptico de Zack Snyder, “Army Of The Dead: Invasão Em Las Vegas” mistura zumbis e ação Do cineasta Zack Snyder (“300”, “Liga da...

Filmes

“A Mulher na Janela” estreia 14 de maio, na Netflix Foi divulgado com Amy Adams o trailer de “A Mulher na Janela”. No longa,...

Séries/TV

“O Legado de Júpiter ” estreia em 7 de maio, na Netflix A nova série da Netflix, “O Legado de Júpiter”, ganhou o primeiro...

Advertisement