Que não é só de rock que o Rock in Rio vive, nós sabemos bem. E a prova disso, foi o show de Elza Soares no Palco Sunset, no terceiro dia de festival. Em 1 hora de apresentação, a cantora recebeu convidados, relembrou sucessos consagrados de sua carreira e fez duras críticas à temas como racismo e homofobia.

O show mais político do festival

Foram 12 músicas com um propósito: mostrar que ali, não se compactuaria com nenhum tipo de intolerância. A voz marcante de Elza, que esbanja lucidez, ecoou pelos quatro cantos da Cidade do Rock. “Libertação” foi a canção que anunciava sua chegada ao Sunset. Jéssica Ellen fez sua participação em “A Carne”, seguida Mike em “Não Tá Mais de Graça”, e de Kell Smith em “Maria da Vila Matilde”. 

Durante a performance, a cantora lembrou o assassinato de Ágatha Félix, Marielle Franco e do músico Evaldo Rosa que levou 80 tiros. “Esse povo sofrido, que sonha com um lugar melhor para viver. Sonha, mas é preciso acordar, minha gente! Lutar! Gritar, ir para as ruas, aprender a votar! Nós não sabemos. Vamos para as ruas, vamos buscar os nossos direitos. Esse Rio de Janeiro acabado, esse Rio de Janeiro completamente distorcido. Cadê o povo? Cadê a voz da gente? Cadê as mulheres? Somos faladeiras, vamos falar até não aguentar mais”, exclamou, fazendo críticas também à violência doméstica.

Em “Se Acaso Você Chegasse”, As Bahias e a Cozinha Mineira cantaram junto e todas gritaram “Viva as travestis!”. Perto do fim, o rapper Edgar participou de “Blá Blá Blá”, iniciando a canção dizendo que “o futuro é um presidente com medo de nós”, fazendo alusão à Jair Bolsonaro. Vale lembrar que, não só neste show como em outros, não faltam críticas ao atual presidente.

A aclamação

O encerramento com “Volta por Cima”, em que todos os convidados cantaram junto com Elza, coroou aquela apresentação como uma das melhores não só do Palco Sunset, como de todo o festival. A todo momento, o público cantava junto e aplaudia os protestos da cantora.

Num dia com atrações internacionais, como Jessie J e os headliners do Palco Mundo, o show foi considerado um dos melhores do dia 29. Confira, a seguir, o setlist:

  1. Libertação
  2. Menino
  3. Brasis
  4. Comportamento Geral
  5. A Carne
  6. Não Tá Mais de Graça
  7. Maria da Vila Matilde
  8. Se Acaso Você Chegasse
  9. A Mulher do Fim do Mundo
  10. País do Sonho
  11. Blá Blá Blá
  12. Volta por Cima


Sympla

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Giulia Cordeiro

Giulia Cordeiro é carioca, jornalista e professora por formação, artista por amor. Amante da música e dos gatinhos, não sai de casa sem um caderno e caneta, e adora boas histórias (geralmente bem longas).

Previous Rock in Rio 2019: Sideral e Flausino cantam Cazuza no Rock District
Next “Coringa” conquista fãs em pré-estreia especial no Rio de Janeiro

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close