Entre os nomes anunciados pela organização do festival, os brasileiros Ney Matogrosso, Iza, Giulia Be, Projota e Ego Kill Talent estreiam na edição portuguesa e reforçam a conexão e intercâmbio cultural entre Brasil e Portugal

Depois de uma estreia de sucesso na edição de 2018 do Rock in Rio Lisboa, o Galp Music Valley, palco non-stop da Cidade do Rock, está de volta com consagrados artistas nacionais e internacionais e novos talentos musicais que prometem espetáculos especiais para o público. E o melhor de tudo: em 2020 o espaço receberá cinco nomes brasileiros e promoverá uma mistura entre as culturas do Brasil e de Portugal.

A organização confirmou os nomes de Ney Matogrosso, Iza, Giulia Be, Projota e Ego Kill Talent. Os brasileiros também estarão presentes no já conhecido Palco Mundo. A baiana Ivete Sangalo confirma sua popularidade entre os portugueses e se apresenta no primeiro dia de evento, dia 20 de junho. Já Anitta estará no dia 28 de junho, último dia de Rock in Rio. A nona edição do Rock in Rio Lisboa volta ao Parque da Bela Vista nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho. Serão dois fins de semana recheados de magia e puro entretenimento, com mais de 14 espaços de atrações e muitas novidades.

Ivete Sangalo. Imagem: Divulgação/Rock in Rio (Crédito: G1)

Ao longo dos quatro dias de evento o Galp Music Valley contará, mais uma vez, com 14 horas de música ininterruptas e as tão esperadas Somersby pool parties, além de festas, DJ sessions e apresentações que juntarão algumas das novas vozes da atualidade como as brasileiras IZA (20 de junho) e Giulia Be (28 de junho), além do grupo espanhol El Columpio Asesino (21 de junho) e dos portugueses Bárbara Tinoco (20 de junho) e Plutónio (28 de junho). Entre os nomes consagrados, destaque para o brasileiríssimo e inconfundível Ney Matogrosso (27 de junho) e para a banda norte-americana Incubus (21 de junho). Foram confirmados também os portugueses Delfins (27 junho) e Mundo Segundo & Sam The Kid (28 de junho).

“Mais que um palco, o Galp Music Valley é um espaço onde podemos viver a música de várias formas ao longo do dia, e onde queremos reunir pessoas que valorizam a vida nos centros urbanos, mas que compreendem que para uma melhoria da qualidade de vida, e para preservar o que mais gostamos de fazer, é fundamental viver numa sociedade harmonizada entre si e com o planeta. E nisso, o Rock in Rio e a Galp estão 100% alinhados”, explica Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio.


Imagens: Divulgação/Rock in Rio

Show Full Content
Previous Crítica: A Chance de Fahim
Next Criadores do Youtube se preparam para a maior festa do cinema

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close