O ator, diretor e roteirista, Selton Mello, retorna às telonas dos cinemas em seu novo projeto, o longa metragem “O Filme da Minha Vida”. Além de assinar a direção e escrever o roteiro em parceria com Marcelo Vindicatto (repetindo a dobradinha de sucesso), ainda interpreta Paco, amigo do personagem central da trama, completando o elenco em uma discreta participação.

O “time” de grandes atores ainda conta com Johnny Massaro, Vincent Cassel (ator francês, reconhecido internacionalmente em grandes papéis, como nos sucessos, “A Bela e a Fera” (Versão Francesa), “Um método perigoso” e “Cisne Negro”), Bruna Linzmeyer, Bia Arantes, Ondina Clais, João Prates, Rolando Boldrin, Erika Januza e Martha Nowill.

Em seu terceiro longa como diretor (“Feliz Natal” de 2008 e “O Palhaço” de 2011),  Selton leva aos cinemas a adaptação do livro “Um Pai de Cinema”, de Antonio Skármeta (um dos mais renomados autores chilenos contemporâneos. Seus livros já renderam diversas  montagens para o cinema, levando à grandes bilheterias e diversos prêmios, dentre eles “O Carteiro e o Poeta” de 1994 e “No” de 2012 ). Skármeta, também faz uma pequena participação no filme, em um monólogo que ele mesmo escreveu, sobre um ciclista que disputa uma corrida com a morte.

O filme narra a história de Tony (Johnny Massaro), um jovem professor que, aos 21 anos, após concluir a faculdade, volta para a cidade natal (no Sul do Brasil) e descobre que o pai Nicolas (Vincent Cassel) deixou sua mãe e partiu de volta à França, alegando sentir falta de seus amigos e da terra natal. Enquanto tenta descobrir o porquê do sumiço, o jovem dá aulas de francês, onde duas irmãs acabam chamando sua atenção e o fazendo se encantar, mas Tony ainda é um rapaz inexperiente e, aos poucos, vai “descobrir a vida”. Paralelamente, o protagonista apaixonado pela sétima arte, começa a frequentar repetidamente as sessões do cinema da região, onde descobrirá partes de sua própria história.

A trama de “O Filme da Minha Vida” é ambientada na década de 1960 no Sul do Brasil, sendo todo rodado em cidades da Serra Gaúcha em quase dois meses. Com grande equipe envolvida, o longa ainda traz a produtora Vânia Catani e o diretor de fotografia Walter Carvalho. A adaptação do livro, foi um pedido do próprio escritor Skármeta a Selton, que o procurou com o desejo de seu livro ser filmado no Brasil.

Direcionado à todas as idades, o filme revela os típicos dramas familiares e as descobertas, medos e incertezas juvenis. Contada de uma maneira delicada e com um toque poético, o longa reflete a realidade de jovens que precisam amadurecer rápido, diante de certas circunstâncias que acontecem em sua vida. Com um título sugestivo, o longa parece reverenciar o cinema através de seu romance.

Após seis anos da conquista de inúmeros prêmios com o grande sucesso de público e crítica “O Palhaço”(visto por mais de 1,5 milhão de espectadores), o novo projeto já gera grande expectativa. Seu lançamento está previsto para dia 3 de agosto nos cinemas brasileiros. Confira o primeiro teaser divulgado:

Por Bruna Tinoco