8 de dezembro de 2019

A comédia escrita por Mary Agnes Donoghue e adaptação de Paulo Reis, traz para os palcos cariocas uma linguagem inteligente e gostosa de assistir, fornecendo uma ótima impressão desde a primeira cena.

‘Um Dia a Casa Cai’ conta com muito humor a história de um casal de classe média que está prestes a ter um colapso financeiro e emocional. Com uma amiga e confidente chamada Bibi (Babi Xavier) e um namorado dos sonhos imaginário chamado Thomaz (Renato Calvet), Luiza (Juliana Martins) é uma dona de casa e estilista que divide vários sonhos com essa sua amiga. É casada com Zé (Igor Cotrim), um arquiteto desempregado que vem destruindo a casa onde moram e com isso destruindo junto os sonhos desse casal.

Com 4 artistas experientes no elenco, pode-se notar um grande entrosamento de todos em cena. Destacando-se as belas atuações dos atores Igor Cotrim e Juliana Martins, que seguros de seus personagens e do texto adaptado de Paulo Reis deixam a comédia ainda melhor de assistir.

A direção de Rose Abdallah também merece destaque, a qual em conjunto com jogo de iluminação conseguiram ótima objetividade das cenas. Quanto a cenografia de José Dias, essa dispõem de uma boa funcionalidade tanto para a história, quanto para os atores.

O espetáculo nos faz pensar em vários assuntos da atualidade, como carreira, traição, casamento, sendo tratado de maneira leve, inteligente e com um humor rápido.

Vale a pena assistir ‘Um dia a casa cai’ ficará em cartaz de Sexta a Domingo às 20h até 25/09, no Sesc Tijuca.

Confira nossa agenda para outras informações:

Agenda

Por André Lamare

Show Full Content
Previous Brecht “Que tempos são esses?” nesses tempos. Tudo a ver!
Next José Silva não acreditava em fantasmas

9 thoughts on “Crítica: Um dia a casa cai

  1. Estamos estreando amanhã no Teatro Glauce Rocha – De quinta à domingo às 19h. Av Rio Branco, 179 . Em frente a estação carioca do Metrô e do novo VLT Rodoviária – Santos Dumont. Um luxo!
    Venham assistir! Está melhor ainda! Um dia a casa cai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Um grupo irreverente

9 de fevereiro de 2016
Close