O site Entertainment Weekly publicou os títulos e sinopses dos três primeiros capítulos da sétima temporada de “Game of Thrones. Embora pouco descritivos, os textos já dão algumas pistas sobre o sétimo ano da série.

Confira as sinopses abaixo, com os comentários e suposições da Woo! Magazine:

Aviso: possíveis spoilers abaixo. 

Episódio 61 – “Dragonstone” (“Pedra do Dragão”), exibido em 16 de julho

Jon (Kit Harrington) organiza a defesa do Norte. Cersei (Lena Headey) tenta equilibrar sua sorte. Daenerys (Emilia Clarke) volta para casa.

Escrito para televisão por David Benioff e D. B Weiss, com direção de Jeremy Podeswa. 

A espera foi longa, mas Daenerys chega em Westeros logo no primeiro capítulo da temporada. Ao que tudo indica, a Mãe dos Dragões desembarcará em Pedra do Dragão. O local que foi sede da Casa Targaryen desde os tempos da extinta cidade de Valíria, até a Revolução de Robert Baratheon. Na ocasião, o falecido rei deu o local para seu irmão, Stannis.

Com o fim de uma descendência oficial dos Baratheon – e consequentemente, de seu governo -, nada mais natural que Daenerys recupere a ilha para si. A retomada de Pedra do Dragão para os Targaryen representa um grande passo na caminhada de Mãe dos Dragões até o trono.

Episódio 62 – “Stormborn”(“Nascida na Tormenta”), exibido em 23 de julho

Daenerys (Emilia Clarke) recebe um visitante inesperado. Jon (Kit Harington) enfrenta uma revolta. Tyrion (Peter Dinklage) planeja a conquista de Westeros.
Escrito para a televisão por Bryan Cogman, com direção de Mark Mylod.

As descrições não relevam muita informação sobre Jon e o Norte. Mas de acordo com os trailers, o bastardo terá que lidar não apenas com Os Caminhantes Brancos, mas também com os planos de Mindinho. O antigo conselheiro revelou na sexta temporada que também deseja sentar no Trono de Ferro – e com Sansa Stark, irmã de Jon, ao seu lado. Mindinho não tardou a tentar manipular Sansa contra Jon, e provavelmente manterá seus esforços por toda a temporada. Estaria ele por trás da revolta citada no segundo capítulo?

Já ficou claro que Jon e Daenerys se encontrarão nessa temporada e muito provavelmente, estabelecerão uma aliança. Contudo, isso deve acontecer mais para frente da temporada. Quem seria então o “visitante inesperado” de Daenerys? Gendry pode ser uma opção. O bastardo de Robert Baratheon foi visto em cenas com Tyrion e Sor Davos durante as filmagens, mas como Davos terminou a temporada em Winterfell, pode ser que Gendry ainda demore para dar as caras. Outra opção é  Euron Greyjoy. Como Yara Greyjoy declara no fim do sétima temporada, seu tio não demoraria a procurar a Targaryen, em busca de uma “aliança.”

Episódio 63 – “The Queen’s Justice” (“A Justiça da Rainha”), exibido em 30 de julho

Daenerys (Emilia Clarke) organiza um tribunal. Cersei (Lena Headey) retorna um presente. Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) aprende com seus erros.
Escrito para a televisão por David Benioff & D. B. Weiss, com direção de Mark Mylod.

Quando pensamos em um “presente” que Cersei possa devolver, uma opção seria a ameaça enviada por Ellaria Sand na quinta temporada. Para quem não lembra, a encomenda enviada faz Cersei acreditar que sua filha Myrcella, enviada para Dorne na segunda temporada, estaria em perigo. Depois de uma missão encabeçada por Jaime, a princesa acaba morrendo envenenada por Ellaria. Cersei não é do tipo paciente, e agora, está mais poderosa e pronta para o ataque do que antes. Será que a rainha já começará enfrentando seus inimigos do sul?

Depois de um incrível arco de transformação na terceira temporada, Jaime passou por altos e baixos, mas se desenvolveu muito pouco como no personagem nas últimas temporadas. O último trailer deu bastante destaque para o personagem, e principalmente seu confronto com o exército de Daenerys. Sua menção logo no terceiro capítulo poderia sugerir uma maior participação do personagem neste sétimo ano.

A nova temporada de “Game of Thrones” estreia neste domingo, 16 de julho, na HBO.