Estamos na primavera, a estação das flores.

É tempo das cores mais vibrantes tomarem conta de cada cantinho da cidade. E para deixar seus dias ainda mais coloridos, fizemos uma seleção com alguns livros bem legais para você ler, se encantar e também se divertir.

A casa das orquídeas, de Lucinda Riley

A história conta a vida da pianista Julia Forrester que passou boa parte da sua infância na propriedade Wharton Park, onde seu avô costumava cultivar flores. Depois de adulta, Julia decide voltar a esse local para tentar se recuperar de grande tragédia que sofreu. E é nesse momento que Kit Crawford, o jovem herdeiro de tudo ali, cruza seu caminho. Juntos eles encontram um diário e é a partir daí que a aventura começa a acontecer. O livro conta duas histórias em uma só de uma forma bastante envolvente.

Mar de Rosas, de Nora Roberts

Esse é o segundo livro da série “Quarteto de noivas” escrito pela autora.

Emma Grant e suas amigas de infância – Mac, Parker e Laurel – fundaram uma empresa de organização de casamentos, a “Votos”. Ela é designer floral e passa seus dias cercada de flores, criando e montando arranjos e buquês. Por ter sido criada em uma família muito unida e crescer ouvindo e vendo a história de amor de seus pais, Emma acaba se tornando uma mulher muito romântica e cultiva o sonho de dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu amor verdadeiro. Do outro lado está Jack, um cara bonito, solteiro avesso a compromissos, arquiteto bem-sucedido e melhor amigo do irmão da Parker, uma das sócias de Emma. É praticamente da família. Ele foi o responsável por toda a reforma para transformar o lugar no melhor espaço para casamentos do estado. O convívio constante entre os dois vai tornando essa amizade em algo um pouco mais especial.

Mas será que um romance entre pessoas tão diferentes pode dar certo?! Será que vai mesmo rolar?!

Neve na primavera, de Sarah Jio

Na manhã do dia 02 de maio, de 1993, uma nevasca desaba sobre Seattle. Vera Ray, uma camareira de hotel, chega em casa após mais uma noite de trabalho e encontra a cama do seu filho Daniel vazia e o ursinho de pelúcia jogado na rua esquecido na neve. Ele simplesmente desapareceu.

No mesmo 02 de maio, só que alguns anos depois, na Seattle dos dias de hoje, a repórter Claire Aldridge é acordada por uma tempestade de neve totalmente fora de época. Ela foi designada para escrever sobre esse fenômeno que acontece pela segunda vez em 70 anos e acaba descobrindo o caso do desaparecimento de Daniel Ray, que ainda está sem solução. Ela promete a si mesma que chegará à verdade e nesse processo, ela acaba percebendo que está mais próxima de Vera – a mãe de Daniel – do que imagina.

O que o sol faz com as flores, de Rapi Kaur

Uma coletânea de poemas arrebatadores sobre crescimento, cura, ancestralidade e honrar as raízes. É da mesma autora de “Outros jeitos de usar a boca”, best-seller com mais de 10 mil exemplares vendidos no Brasil. O livro é uma extraordinária jornada, uma celebração do amor em todas suas formas. É organizado em cinco capítulos e é também ilustrado pela escritora.

Anne de Green Gables, de L. M. Montegomery

Os irmãos Matthew e Marilia Cuthbert, proprietários da fazenda Green Gables, viviam a paz e a tranquilidade da vida no campo. Mas em pouco tempo essa calmaria toda muda com a chegada de Anne para fazer parte da família. Foi uma surpresa total porque, quando decidiram adotar uma criança, eles pediram um menino para ajudar com as tarefas diárias e por engano mandaram uma menina. Foi um misto de emoções ao ver uma menina ruiva, sardenta, magrelinha e muito faladeira. A imaginação fértil e a conversa afiada aos poucos vai conquistando o coração de Marilia e Matthew e de toda a cidade. Com certeza, as histórias e as aventuras de Anne também vão encantar você.

A linguagem das flores, de Vanessa Diffenbaugh

A narrativa é sobre Victoria Jones, uma menina arredia e bastante temperamental, que passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, passando por diversas famílias também, até ser considerava inapta para adoção. Mesmo sendo dona de uma personalidade bastante forte, ela tem um lado bem delicado que a fez se apaixonar pelas flores e por suas mensagens secretas. Aprendeu tudo sobre o assunto com Elizabeth, uma das mães adotivas das famílias pelas quais passou e a única que ela amou e quis de verdade ficar. Mas em algum momento, colocou tudo a perder e agora aos 18 anos, ela não tem ninguém e nem para onde ir. Ela passa as noites numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular. É quando uma florista a conhece, vê seu talento e oferece uma oportunidade de trabalho. Finalmente, a vida de Victoria está prestes a dar uma guinada. Mas aí aparece em seu caminho um misterioso vendedor do mercado de flores, que traz de volta todos os fantasmas que assombraram sua vida no passado.