A Game XP, maior GamePark do mundo, trouxe muitas novidades em sua segunda edição solo, levando o público a se aventurar durante quatro dias em diferentes atrações que ajudaram a consolidar de vez o evento em terras cariocas.

Essa edição foi pensada com cautela para o público poder vivenciar o melhor de dois mundos, a imersão nos games e as aventuras em um verdadeiro parque de diversões. E graças a uma estrutura muito bem organizada e algumas atrações exclusivas, a equipe da Game XP transformou o Parque Olímpico no Rio de Janeiro em um sonho para os apaixonados pela cultura geek.

Entre tantas possibilidades presentes no local, um dos grandes destaques ficou por conta da Experience Bay (como foi chamada toda área externa do evento), que aportou com diferentes brinquedos radicais como a Montanha Russa de realidade virtual, o Megadrop e o divertidíssimo Laser Tag Fortnite.

O Laser Tag é um jogo, muito comparado ao Paintball, que consiste em uma competição de tiros sem o uso de projéteis físicos. As armas são de laser infravermelho, com barulho de ar comprimido e uma caixa acoplada que emite um som quando é acertada. Em alguns casos, as caixas são substituídas por coletes sensíveis que funcionam da mesma forma – o que não foi o caso do evento, que optou pela primeira.

Dois cenários foram preparados pela Fortnite dentro da Game XP: um com barreiras que simulavam concretos, Barris e grades de madeiras, e o outro com latões ao melhor estilo americano e um carro abandonado. Tudo isso para elevar a realidade do jogo que era disputados em grupos de 8 pessoas – cada uma por si, claro. O vencedor era aquele que aniquilasse todos os seus inimigos na arena.

Nossa equipe foi representada por dois colaboradores mas, infelizmente, não saiu vencedora. No último instante, faltando apenas uma jogadora para ser derrotada, em um piscar de olhos, nosso receptor foi acertado e perdemos a batalha. Todavia, o que valeu mesmo foi a experiência e a emoção que o jogo proporcionou em poucos minutos. A sensação de adrenalina, o arrepio à flor da pele enquanto você precisa olhar para todos os lados e se proteger e/ou atacar, é impagável!

O jogo era um dos mais procurados do evento, formando algumas filas em diferentes horas do dia. Entretanto, a equipe estava muito bem preparada e organizava rapidamente a situação – evitando que a mesma se prolongasse por muitas horas. Sem falar que eles providenciaram tendas para proteger o público do sol em boa parte da fila e tinha uma entrada exclusiva para o público preferencial, o que ajudou a bastante.

O único problema do jogo é que o tempo era bem curto, apenas uma partida. O que gerou certa tristeza, mas a sensação de quero mais ficou no peito para uma próxima oportunidade.