Por trás de máscaras escondendo suas verdadeiras identidades, existem grandes artistas dentro da cena eletrônica mundial, como é o caso do americano Marshmello, o alemão Claptone e o francês Malaa. Agora, chegou a vez do Brasil ganhar um representante de peso: Quarantino.

Fã de música eletrônica há 12 anos, Quarantino precisou de poucos meses de projeto para já lançar um grande sucesso: a track “Broken Love”, que saiu pela AFTR:HRS (sub-label da Musical Freedom/Spinnin’ Records), e que já encontra-se na 16ª posição no charts do Beartport de Future House, junto com o sucesso do momento “In The Dark”, de Vintage Culture e Fancy Inc, que ocupa a 8ª posição.

A faixa já teve suporte de artistas renomados, como Tiësto, Afrojack, Sam Feldt, Yves V, Firebeatz, Morgan Page, Moguai e Deepend.

 “Fiquei extremamente feliz e animado quando recebi a confirmação pelo meu manager que a Musical Freedom havia gostado muito da música e gostaria de lançar. Ter suporte de alguns nomes que fizeram parte de toda minha trajetória nessa cena me dá uma satisfação enorme e me anima cada vez mais para continuar trabalhando duro”, conta Quarantino.

Sobre o processo de produção, o artista conta que apenas estava testando algumas melodias em um synth que tinha acabado de descobrir. Após escolher a melodia principal, alterou o formato e o pitch de um primeiro vocal e testou, sendo que este se encaixou perfeitamente na faixa, o que a tornou única. “Dei preferência por usar poucos elementos, porém dando ênfase para todos eles. Os plucks do break foram feitos em apenas uma camada e prendem totalmente a atenção do ouvinte. Todo o resto do corpo foi feito tentando manter uma essência puxada para um tipo de Tech House mais pop”, explica. “Ouvi a música em loop por muitos dias seguidos sem enjoar, o que me deu bastante confiança que ela era uma track com potencial enorme”, completa.

Em seu primeiro release solo, a faixa “Think About (La La LA)” pela Youth Energy, Quarantino alcançou quase dois milhões de streams no Spotify e por uma semana figurou no top 50 virais da Hungria, sendo depois licenciada pela Warner Music Rússia. “Touch Me”, seu segundo lançamento, com a parceria de Luke ST, conta com 600 mil streams no Spotify.


Imagem: Divulgação/Quarantino 


Apoia-se

Show Full Content
Previous Justin Bieber lança hoje “Changes”, seu quinto álbum de estúdio
Next Ana Gabriela lança EP com músicas inéditas e versões acústicas

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close