Sabe aqueles personagens que você sabe que não são exatamente bonzinhos, mas estão no time dos mocinhos? A bússola moral é meio descompassada, mas não tem como odiar? Pois bem, vamos listar agora os 10 melhores anti-heróis das animações. Vale lembrar que o sucesso de bilheteria de “Deadpool” mostra como nossos heróis não tão heroicos estão cada vez mais populares. Afinal, eles não são os vilões, então podemos amá-los também, certo?

10 – Bender Bending Rodríguez (Futurama)

Tudo bem, ele é um robô. Mas Bender é egoísta até a o último parafuso, rude e muitas vezes super violento. Mas podemos dizer que ele realmente valoriza sua amizade com Fry, Leela e os demais, apesar de sempre enviá-los para furadas interplanetárias.

9 – Damian Wayne/Robin (Teen Titans / Jovens titãs)

Nas últimas animações da DC, vimos o arco de história de Damian Wayne ou Damian Al Ghul. Para quem não sabe, ele é filho do Batman com Thalia Al Ghul. Isso o torna neto de Ra’s Al Ghul, inimigo mortal de Bruce Wayne e líder da Liga dos assassinos. Damian cresceu com o avô e seus ensinamentos, digamos, complicados. Agora ele tenta se adaptar a uma nova realidade convivendo com o pai e fazendo parte de uma equipe de adolescentes, os jovens titãs.

8 –  Shrek

Começando do começo, ele é um ogro que odeia todo mundo. Sim, o amor ajudou o verdão a mudar, melhorar, mas volta e meia nos filmes da sequência vemos um lado nem um pouco gentil ou altruísta nos seus atos. Impaciente e irritado, Shrek no fundo tem um bom coração e, por isso, está na nossa lista.

7 – Vegeta (Dragon Ball Z)

Ele veio com total intenção de destruir a Terra e assassinar Goku. Sedento por poder, Vegeta se torna rapidamente um inimigo a ser batido. Mas no decorrer da trama, ele acaba tendo que se unir contra um inimigo em comum e vemos as mudanças no seu comportamento. Presenciamos  até o nascimento do seu amor por Bulma e formação a sua nova família no planeta Terra. Vegeta e Goku são a definição de “amigos e rivais”.

6 – Grunkle Stanley Pines (Gravity Falls: Um verão de mistérios)

Stan se sente preterido pela família desde criança. Não era tão brilhante quanto seu irmão Stanford e, por isso, saiu de casa para ganhar a vida. Porém, os negócios de Stanley eram nada lícitos e ele acabou se refugiando em Gravity Falls mantendo seus pequenos golpes. A chegada dos seus sobrinhos-netos, faz aflorar um lado amoroso que ele tentava enterrar no passado.

5 – Ralph (Detona Ralph/ Wreck-it Ralph)

De começo, ele seria o vilão do seu jogo. Participava até da reunião dos vilões. Mas depois percebemos que Ralph é apenas alguém tentando se ajustar ao meio em que vive e fazer parte da sua comunidade. Sua aventura fora do jogo mostra que sim, ele se importa com muito mais do que apenas derrubar prédios.

4 – Lapis Lazuli (Steven Universe)

Lapis era uma Gem que estava presa em um espelho e foi libertada por Steven. Por Steven, ela tem amor e lealdade, mas não confia nas demais Cristal Gems e tem grande rancor por Peridot por acreditar que é culpa dela estar presa nesse terrível planeta Terra.

3 – Brian Griffin (Family Guy)

O melhor amigo do homem é uma definição comum para um cachorro. Mas Brian foge dos padrões. Tirando Steve Griffin, a quem ele é amigo fiel, Brian usa e abusa  das pessoas ao seu redor. Inclusive o persiana em que teve sua morte na série. Mas voltou para alegria dos fãs.

2 – Benson Dunwoody (Apenas um show / Regular Show)

O cara é cheio de balas, mas está muito longe de ser um doce. Frequentemente, ele estraga a diversão dos funcionários do parque. Persegue diariamente Rigby e Mordecai para pegá-los no flagrante. Ele é chato, mas é um chato querido.

1 – Rick Sanchez (Rick and Morty)

Um avô nada, mais nada mesmo, convencional. Rick tem muitos problemas e distúrbios e uma índole bem nublada. Ele é capaz de se transformar em um picles apenas para não ter que passar uma tarde com sua família. É genial, louco, egoísta, viciado e viciante.

Menções honrosas: Ikki de Fênix (cavaleiros do Zodíaco), Lula molusco (bob Esponja Calça quadrada). Faltou alguém? Conta para gente!


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Tathiana Tato

Tem um conhecimento amplo de coisas inúteis, porém divertidas, como saber por que existe aquele ditado. Ama ler, viajar, novidades, conhecer pessoas, comer bem (casou com um chef), ouvir e contar histórias. Foi escoteira e até hoje está sempre alerta.

Previous Resenha: Quarto, de Emma Donoghue
Next As primeiras impressões de “911”, nova série de Ryan Murphy

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close
CLOSE
CLOSE