Desde 1977 quando foi realizada a primeira Cerimônia de Gala de entrega do Prêmio Qualidade Brasil em São Paulo, já se passaram 38 anos.

Sempre coerente em seu objetivo de reconhecer o talento do artista brasileiro, a premiação artística e cultural passou por uma grande reformulação em 1999 com a introdução de novos critérios e seu atual modelo de indicação e resultado por meio de votação pública pela internet, somando prestigio e credibilidade para se tornar um dos importantes prêmios de reconhecimento artístico do país.

A edição 2009 marcou uma nova fase da premiação. Pela primeira vez, o prêmio que até então era entregue em cerimônia conjunta com os destaques empresariais na área de Qualidade, ganhou um evento focado apenas na premiação artística e, para reforçar o seu compromisso com artistas, profissionais e realizadores de cultura, passou a se chamar PRÊMIO ARTE QUALIDADE.

Até 2011, a premiação, considerada uma das mais importantes e independentes do país, homenageou os grandes destaques do Teatro e da Televisão brasileira, fortalecendo o elo entre o público e aqueles que se esforçam para levar aos palcos e às telas de TVs do Brasil produções de maior qualidade.

Em 2012, por razões alheias a vontade dos organizadores a premiação não foi realizada, mas voltou em 2013 focando exclusivamente o cenário de São Paulo.

Desde então, a premiação vem prestigiando exclusivamente os melhores do Teatro da temporada na capital paulista.

Dia 28 de novembro aconteceu a 7ª edição do Prêmio Arte Qualidade Brasil, destinado a reconhecer os talentos do Teatro paulistano. Foram 5 categorias – Drama, Comédia, Musical; Infantil; e como uma inovação, o que começou como prêmio especial no ano passado, tornou-se definitiva como Melhor Maquiagem e Visagismo.

Divulgação- Prêmio Arte Qualidade Brasil 2016

Divulgação – Prêmio Arte Qualidade Brasil 2016

Em uma grande festa para o teatro de São Paulo, essa cerimônia, realizada no Clube Sírio Libanês, localizado no bairro do Planalto Paulista, em São Paulo, apresentou os escolhidos por uma comissão técnica especializada. Os indicados estiveram presentes na cerimônia de gala para conhecer o resultado da votação feita pela internet. A mestre de cerimônias foi a atriz, cantora e bailarina, Renata Ricci.

O ator Fúlvio Stefanini foi o grande homenageado da noite, recebendo o prêmio especial de teatro. Aos 77 anos e celebrando 60 anos de carreira, o ator recebeu o troféu especial das mãos do filho, Léo Stefanini.

“É uma honra e uma alegria receber tamanha homenagem em um dia de festa e união da classe teatral”, disse Stefanini.”

Divulgação - O homenageado da noite, o ator Fúlvio Stefanini

Divulgação – O homenageado da noite, o ator Fúlvio Stefanini

Confiram os vencedores de 2016 em todas as categorias.
Vencedores
  • COMÉDIA
Melhor Espetáculo – “Histeria”, da Velloni Produções Artísticas
Melhor Atriz –  Grace Gianoukas, por “Grade Gianoukas Recebe”
Melhor Ator –  Mateus Solano, por “Selfie”
Melhor Direção – Jô Soares, por “Histeria”
  • DRAMA
Melhor espetáculo teatral de drama – “33 Variações”, da Escola de Atores Wolf Maia e Gelatina Cultural
Melhor Atriz – Eva Wilma, por “O que terá acontecido a Baby Jane?”

Melhor Ator – Lázaro Ramos, “O Topo da Montanha”

Melhor Direção – César Batista, por “Roleta Russa”

  • MUSICAL

Melhor Espetáculo –  “Wicked”, Time for Fun

Melhor Atriz – Laila Garin, por “Gota D’Água A Seco”
Melhor Ator – Ruy Brissac, por “O Musical Mamonas”
Melhor Direção – Dagoberto Feliz, por “Godspell”
 
  • TEATRO INFANTIL
Melhor Espetáculo – “O Livro de Tatiana”, do Super Amigos Produções Culturais
CATEGORIA TÉCNICA
Melhor Maquiagem – Anderson Bueno, por “Uma luz cor de Luar”
 Parabéns aos vencedores e aos indicados nesse belo prêmio do teatro.

Por André Lamare

  • Carlos Araújo

    Parabéns para a maior atriz da América Latina: a espetacular EVA WILMA! Pena que a APCA não consegue ver o que o Brasil inteiro já viu. A APCA premia artistas ou motivada por questões políticas ou influenciada pela mídia
    ou pior ainda, sensibilizada por algum mal que esteja afetando um artista. Enfim, como já disse: APCA deixou de ser uma instituição séria.

    • André Lamare

      EVA sempre será EVA !! Carlos obrigado pela opinião.

  • beto

    Meu caro Carlos Araújo:concordo plenamente com seu comentário pois.pra mim Apca não passa de um grupo de panelhia,nem ao menos indicaram às grandes atrizes Nicette Bruno e Eva Wilma por suas brilhantes interpretações naquela que foi a primeira montagem teatral dá obra prima do cinema americano que é O Que Terá Acontecido a Baby Jane e os absurdos da referida instituição não param por aí,não deram o prémio de melhor atriz pra Denise Weinberg,mas quero deixa aqui meus parabéns pelo prémio de melhor atriz dado para está guerreira que mesmo com os boicotes que vem sofrendo….consegue tira de letras e nos brinda com brilhantes interpretação que é a talentosas atriz Eva Wilma, seja no teatro,cinema ou na televisão é sempre show de bola.Meus parabéns pra o grupo de jurados do prémio PRÊMIO ARTE QUALIDADE. mimha nota é dezzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    • André Lamare

      Valeu Beto, nosso país está muito bem servido de atores e atrizes, bom que temos onde reconhecer isso, com esses prêmios.

  • Carlos Araújo

    Beto, eu sou do interior de Goiás, e fiquei bastante feliz com o seu comentário, que acredito que outros milhares de brasileiros concordam com nossas opiniões sobre esta que é, sem dúvidas, a melhor atriz brasileira de todos os tempos: EVA WILMA!!!

    • André Lamare

      Muito bom meu amigo Carlos, isso aí !! Concordo com você sobre a grande Eva Wilma.