Recentemente houve muita discussão acerca da série 13 Reasons Why, a qual trata de comportamentos – bons e maus – de adolescentes americanos em uma escola de ensino médio. Não que uma série de TV com treze episódios tenha a profundidade necessária para encerrar uma questão complexa assim, mas ela certamente iniciou um amplo e saudável debate que certamente será aprofundado nas devidas disciplinas. Da mesma forma que o comportamento dos jovens em um mundo hiper conectado e mega globalizado merece atenção, a faixa etária que vem um pouco antes também necessita de um novo olhar. A galerinha de pré-adolescentes, também chamados de geração Z, é a primeira leva de indivíduos nascidos nesse mundo alucinante de internet, smartphones e redes sociais.

Nesse contexto, O Mundo de Dentro vai nos apresentar Bruna, uma garota que mudou de escola recentemente e está passando pelas dificuldades de se enturmar e fazer novos amigos. Ela é tímida e acaba de chegar a um ambiente, não só em que não conhece ninguém, mas onde os comportamentos dos garotos e garotas mais velhos são muito diferentes do que ela já estava acostumada. Então surge uma oportunidade para conseguir realizar essa dura empreitada de fazer amigos: uma festa da turma que vai acontecer naquela noite. Mas nem tudo vai ser assim tão simples.

“Nunca entendi porque as pessoas gostam tanto assim de festas. Tirando a comida gostosa e os minutos que minha música favorita toca no último volume, quase sempre acabo me perguntando por que deixei o universo me levar até ali. Já criei mil teorias para explicar por que me sinto assim, e este livro é uma dessas aventuras contadas com a doçura de Lu Cafaggi, minha parceira no mundo dos quadrinhos.”

A narrativa da HQ implanta um clima de mistério, já que se inicia após a festa, com Bruna conversando com sua amiga Bel e dando a entender que foi embora do evento bem mais cedo do que o esperado.

Foi embora ou fugiu?

Essa é a questão que vamos descobrindo aos poucos, em flashbacks com os pontos de vista de cada personagem – cada colega de classe – que estava na festa. Cada uma dessas visões, opiniões ou impressões dos amigos é um capítulo da HQ. Com isso o motivo da saída prematura de Bruna vai sendo compreendida gradativamente até a explicação final. Não vou dar spoiler, se a curiosidade gritou, você vai ter que ler o álbum!

Bruna Vieira é escritora e blogueira, atualmente com 23 anos. Antes de O Mundo de Dentro ela já havia lançado outra HQ ela já havia lançado outra HQ autobiográfica chamada Quando Tudo Começou, em que aborda aquela mudança de escola citada no início. Dessa forma este segundo álbum aqui é uma continuação direta do primeiro.

O roteiro de Bruna é simples, mas montado de forma criativa com os flashbacks construindo o quebra-cabeça acerca do motivo do abandono da tão esperada festa. Os diálogo são curtos e naturais. O fato de a história conter diversos elementos da própria vida da escritora cria essa espontaneidade e tona a leitura muito agradável. É como se o leitor estivesse do outro lado da linha, no papel da Bel. Me parece que essa abordagem irá agradar tanto a garotas jovens que já passaram por essas situações quanto por meninas pré-adolescentes que ainda estão criando ansiedades a respeito das novidades que as aguardam

A história é contada em forma de HQ, mas nem sempre segue os padrões rígidos de requadros, recordatórios e balões de falas. Muitas páginas são compostas com lindas ilustrações soltas, mas ainda assim marcando o ritmo de cada momento. Lu Cafaggi é a ilustradora que assina a arte da HQ. Seu estilo delicado é singular e consegue conferir de forma competente a suavidade que o tema da história pede. A paleta de cores com tons variados de rosa pastel e delicados contrastes de azul predomina na maioria das páginas.

O Mundo de Dentro é uma HQ autoral que aborda uma fase muito importante e delicada na vida das meninas pré-adolescentes. É uma idade pouco explorada pela literatura, em que as meninas já não estão mais interessadas em fadas e princesas. A história de Bruna Vieira é leve e despretensiosa, mas consegue despertar reflexões.

Páginas: 80
Formato: 17 x 24 cm
Acabamento: brochura
Editora: Nemo
Ano de publicação: 08/2016