Alguns jornalistas norte-americanos e europeus já assistiram ao novo filme de Christopher Nolan e postaram suas críticas. Pode-se dizer que o filme vem dividindo os especialistas que, em sua maioria, celebram o “cinemão” feito pelo diretor, mas rejeitam as suas já famosas manias.

As principais críticas negativas vieram do “The New York Times” e do “The Guardian“. Confia abaixo alguns trechos:

Leslie Felprein do “The Hollywood Reporter”:

“Ao todo, trata-se de um filme frio e cerebral – fácil de admirar, especialmente por ser tão rico em audácia e originalidade, mas quase impossível de amar, já que falta uma certa humanidade.”

Micke McCahill da “IndieWire”:

Tenet” é grande e ambicioso, mas Christopher Nolan está mais envolvido em suas próprias maquinações do que nunca. O filme é muito conciso para se divertir com sua premissa. O que há realmente para desvendar, além de loops um monte de anéis de fumaça? Qualquer pessoa pronta para ficar obcecada por um acessório em uma mochila como fizeram com o pião de “A Origem” pode se agarrar à ilusão de Nolan como o messias do cinema. Com essa evidência, porém, ele se tornou um menino muito tentador, mesquinho e um tanto enfadonho. “

Guy Lodge da “Variety”:

“A pura meticulosidade da estética de ação da grande tela de Nolan é cativante, e serve  para compensar os fios soltos e os paradoxos provocadores de seu roteiro – ou talvez simplesmente para sublinhar que eles não importam tanto.“ Tenet ”não é o santo graal, mas com todas as suas poses severas e solenes, é um entretenimento estonteante, caro e incrível tanto da velha quanto da nova escola. “

Nicholas Barber para “BBC”:

“Mais uma vez, você tem que reconhecer que Nolan põe o dinheiro na tela, entregando o tipo de pulp fiction barulhenta, extravagante e fundamentalmente ridícula que lembra por que você vai ao cinema. Mas ela desmorona sob o peso de todas as vertentes do enredo e conceitos nele embutidos. Você não tem a impressão, que normalmente tem nos filmes dele, de que cada elemento está exatamente onde deveria estar. Algumas partes são longas demais, outras não o suficiente. É um prazer ver um filme realmente grande novamente, mas um menor poderia ter sido melhor. “

Christina Shroud do “The Guardian”:

“Você sai do cinema com um pouco menos de energia do que quando entrou. Há algo desagradável em um filme que insiste em detalhar sua pseudociência, ao mesmo tempo em que reconhece que provavelmente não a seguirá.”

Jessica Kiang do “The New York Times”:

“Na verdade, tire o truque do tempo, e” Tenet “é uma série de peças predefinidas timidamente genéricas: assaltos, perseguições de carro, descarte de bombas, mais assaltos. Mas então, a mentira da carreira de Nolan é que ele faz sucessos de bilheteria tradicionalmente voltado para adolescentes mais inteligentes e mais adultos, quando o que ele realmente faz é enobrecer as fixações do adolescente que muitos de nós adultos ainda apreciamos, criando vastas e vibrantes paisagens conceituais em que tudo o que alguém realmente faz é abrir cofres e explodir coisas.”

Tenet” tem previsão de estréia em 3 de setembro no Brasil.

Fonte: JoBlo.com

 


Imagem e Vídeo: Divulgação/Warner Bros.


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Rodrigo Chinchio

Formou-se como cinéfilo garimpando pérolas nas saudosas videolocadoras. Atualmente, a videolocadora faz parte de seu quarto abarrotado de Blu-rays e Dvds. Talvez, um dia ele consiga ver sua própria cama.

Previous ‘The Batman”: Matt Reeves divulga logo oficial
Next “Penny Dreadful: City Of Angels” é cancelada após uma temporada

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close