A 10ª edição do Filmambiente – festival internacional de filmes ambientais – será 100% online.

O Filmambiente 2020 Online (festival de filmes sobre o Meio Ambiente) acontecerá de 24 a 30 de setembro com uma retrospectiva de filmes premiados em suas edições anteriores, além de dois painéis temáticos. O Festival recebeu este ano mais de 1,300 inscrições, de 101 países, mas devido à COVID19, e às consequentes restrições de exibição impostas, optou por comemorar seus dez anos apresentando uma mostra de filmes premiados em edições anteriores.

Serão 9 longas metragem e 11 curtas, premiados pelo júri oficial ou pelo público, e mais 2 curtas, um britânico e outro iraniano, inscritos este ano e que tem como tema a Covid19 e um outro americano sobre as queimadas do ano passado na Amazônia. “Mãe do Ar” foi realizado pelo premiado Sylvestre Campe, que abrirá o festival com uma LIVE em que contará suas experiências no ano passado e este ano sobrevoando a Amazônia para filmar neste período de queimadas.

Além das exibições de filmes, cada um disponível por 24 horas, exclusivamente para o Brasil, o festival realizará dois painéis temáticos (estes liberados para todo o mundo). O primeiro, no dia 25 de setembro, às 18:30 horas, terá como tema o “Mares e Oceanos: a nova década”, em referência ao período de 2021 a 2030, declarado como a Década Internacional da Oceanografia para o Desenvolvimento Sustentável pela ONU. Participarão do painel, que terá como inspiração o filme “Baía Urbana” (premiado pelo público no festival de 2019), seu diretor, Ricardo Gomes, a ativista ambiental Juliana Poncioni, diretora do Parley for the Oceans no Brasil e Alexander Turra, professor titular do Instituto Oceanográfico da USP.

O segundo painel será realizado no dia 29 de setembro, também às 18:30 horas, com o tema “Consumo Excessivo: Lixo Desnecessário”, sobre os efeitos do consumo exagerado na natureza. Inspirado pelos filmes “Ensacola!” e” Comprar, Trocar, Comprar“, escolhidos pelo júri e pelo público como os melhores longas de 2011.  Beth Grimberg do Instituto Pólis e a arquiteta e urbanista Nina Orlow, conversam sobre a relação entre consumo e lixo, (especialmente plástico, que, com a pandemia, aumentou devido à ampliação do uso de materiais descartáveis); e as iniciativas no Brasil e no mundo para redução e gerenciamento de resíduos sólidos.

Festival de filmes e discussões sobre o Meio Ambiente é o que precisamos!

Serviço

Filmambiente 2020 online | 10ª edição

24 a 30 de setembro | gratuito | 100% online

23 Filmes com sinal aberto exclusivamente para o Brasil no site do festival www.filmambiente.com

Nas redes sociais: facebook.com/filmambientefestival  Instagram: @filmambiente e Twitter: #filmambient

Dois Painéis temáticos com sinal aberto para todo o mundo no facebook.com/filmambientefestival


Imagem: Divulgação/Filmambiente


Apoia-se

Show Full Content
Previous “Porta dos Fundos” faz piada com os Super-Heróis violentos de “The Boys”
Next Série “For Life” suspende filmagens após casos de COVID-19 no set

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close