14 de dezembro de 2019

O Lento Sussurrar das Árvores

31 de outubro de 2016

Última Parte “É engraçado”, começou Pandora, falando bem devagar, segundo meu tio enquanto se recordava, “que as pessoas que acham meu chalé sempre estão relutantes …

O Lento Sussurrar das Árvores

24 de outubro de 2016

Parte 9 A música exerce um fascínio nas mentes humanas que, segundo eu penso, não pode ser explicada de maneira lógica por quem ouve, mas …

O Lento Sussurrar das Árvores

17 de outubro de 2016

Parte 8 Meu tio acordou logo que bateram à porta. Ele não parecia ter dormido muito, mas a atmosfera na sala era outra completamente diferente. …

O Lento Sussurrar das Árvores

10 de outubro de 2016

Parte 7 Terminadas as devidas refeições, outra vez, o senhor Figueira ajeitou-se na cadeira, pondo o corpanzil em uma posição mais adequada. Ele parecia feliz …

O Lento Sussurrar das Árvores

3 de outubro de 2016

Parte 6 “Pode entrar”, disse Pandora. Tio Joaquim contou-me ter prendido a respiração outra vez, à espera da próxima bizarrice. O senhor Girassol foi correndo …

O Lento Sussurrar das Árvores

28 de setembro de 2016

Parte 5 Guapuruvu, nesse momento, disse meu tio, reclinou na cadeira e deixou que o Girassol fizesse movimentos nervosos e inquietos, para depois ir à …

O Lento Sussurrar das Árvores – Interlúdio

5 de setembro de 2016

O homem que passou pela porta era alto, usava um terno verde e uma gravata marrom. As unhas dele estavam polidas, as sobrancelhas alinhadas, o …

O lento sussurrar das árvores

14 de agosto de 2016

Segunda parte “Vamos falar sobre como quando entramos em um local calmo, nos assombramos conosco, certo?”, disse o homem de loiros bigodes ao me encarar, …

Close
Close