Confira o que vem por aí no Cine Sesc
  • Visita ou Memórias e Confissões (DCP, Dir.: Manoel de Oliveira, Portugal, 1982, 68 min., 10 anos)

Filme­­ autobiográfico sobre a vida e a casa de Manoel de Oliveira (1908-2015). A partir de memórias e confissões, este documentário póstumo, rodado no ano de 1982 sob a condição de ser apresentado somente depois de sua morte, relata a importância que essa residência teve na vida do realizador.

De quinta-feira, 7/7 a quarta-feira, 13/7, 15h40.

ESTREIA

  • Os Campos Voltarão (DCP, Dir.: Ermanno Olmi, Itália, 2014, 80 min., 14 anos)

Um grupo de soldados enfrenta uma série de dificuldades no front italiano, após os sangrentos combates em Altipiano, nordeste do país, em 1917, durante a Primeira Guerra Mundial. A história se passa durante uma noite, na qual os acontecimentos se sucedem sem um padrão definido: as calmas montanhas podem se tornar um lugar onde os homens morrem. Mas todas as histórias contadas pelo filme são reais.

De quinta-feira, 7/7 a quarta-feira, 13/7, 14h, 17h e 21h30.

Segundas, terças e quintas – R$ 17 (inteira, Credencial Atividades); R$ 8,50 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa  com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante); R$ 5  – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes. (Credencial Plena).

Quartas-feiras – R$ 12 (inteira, Credencial Atividades); R$ 6 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa  com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante); R$ 3,50 trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes. (Credencial Plena).

Sexta, Sábados, domingos e feriados – R$ 20 (inteira, Credencial Atividades); R$ 10 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa  com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante); R$6 trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes. (Credencial Plena).

ESPECIAL

  • Corpo, Gênero como Construção

Faixa especial, às 19h, contendo filmes que discutem a questão do gênero como uma construção social. O curta ‘Corpo Manifesto’ abre as sessões de todos os filmes deste programa.

  • Corpo Manifesto (DCP, Dir.: Carol Araújo, Brasil, 2016, 29 min., 16 anos)

O documentário “Corpo Manifesto” apresenta um panorama sobre o feminismo, sua história e tradição, buscando identificá-lo no cenário da luta feminista das mulheres brasileiras hoje, especialmente em uma das pautas históricas mais relevantes e cruciais: a autonomia da mulher sob seu próprio corpo. Fala sobre mulheres, seus corpos e suas batalhas. O filme explora de maneira poética as dimensões simbólicas do corpo e sua representação, costurando imagens de uma performance da artista Nina Giovelli, com entrevistas de pensadoras e militantes feministas como Djamila Ribeiro, Margareth Rago, Marcia Tiburi, Laerte, Luiza Coppietters e Jéssica Ipólito. Paralelo a isso, o documentário acompanha atos públicos feministas e mostra quem são e o que desejam as mulheres que ocupam as ruas, lutando por um mundo mais ético e igualitário.

  • Bichas (DCP, Dir.: Marlon Prente, Brasil, 2016, 39 min., 16 anos)

Esse filme fala, antes de tudo, de amor. Para ser mais exato: de amor próprio. A palavra BICHA vem sendo usada como xingamento. Quando, na verdade, deveríamos tomar como elogio. Ser b8cha é correr o risco de ser agredido pela ignorância. Resistimos para nos proteger, resistimos para vencer. Ser bicha é ser livre. Todos os depoimentos contidos nesse filme são experiências vividas pelos próprios participantes.

Quinta-feira, 7/7, segunda-feira, 11/7 e quarta-feira, 13/7, 19h. Grátis. Retirada de ingresso com 1h de antecedência.

  • A Academia das Musas (DCP, Dir.: José Luis Guerin, Espanha, 2016, 92 min., 16 anos)

Questionado por sua esposa sobre a abordagem pedagógica que pretende adotar no curso “A Academia das Musas”, sobre a reforma do mundo da poesia, um professor de filologia fala da mítica figura das musas que inspiram escritores a criar algo inexistente. Mas, o projeto toma rumos inesperados quando o professor se envolve com algumas alunas.

Sexta-feira, 8/7 e domingo, 10/7, 19h. Grátis. Retirada de ingresso com 1h de antecedência.

  • Paulina (DCP, Dir.: Santiago Mitre, Argentina/Brasil, 2015, 103 min., 16 anos)

Depois de estudar e se formar em Direito na cidade de Buenos Aires, Paulina retorna a sua cidade, Posadas, na divisa entre Argentina e Paraguai. Apesar de ter uma carreira promissora pela frente, escolhe dedicar-se à atividade social: voltar a sua terra, e cuidar dos problemas da população.

Sábado, 9/7 e terça-feira, 12/7, 19h. Grátis. Retirada de ingresso com 1h de antecedência.

CINECLUBINHO 

  • Menino Maluquinho (DCP, Dir: Helvécio Ratton, Brasil, 1995, 91 min., livre)

Maluquinho é um menino travesso que passa seus dias a brincar, sonhar e pregar peças ao lado de seus amigos Bocão, Julieta, Carol, Junim e muitos outros. Mas sua vida passa por uma mudança quando ele descobre que seus pais estão se separando. Até que aparece o Vovô Passarinho, que leva Maluquinho e sua turma para umas férias muito animadas na fazenda, onde eles vivem agitadas aventuras. Lá, o menino vai aprender valiosas lições que levará para o resto da vida. Versão para o cinema do clássico personagem de Ziraldo.

Domingo, 10/7, 11h. Grátis. Retirada de ingressos com 30 min. de antecedência.

  • Angry Birds (DCP, Dir.: Clay Kaytis e Fergal Reilly, EUA, 2016, 108 min., livre, dublado)

Na Ilha dos Pássaros, todas as aves vivem em paz e harmonia. Ou quase todas: Red é um pássaro com problemas para controlar o estresse e sua raiva não permita que faça novos amigos, além dos estranhos Chuck e Bomba. Quando misteriosos porquinhos verdes chegam à ilha, Red fica desconfiado e decide investigar os animais. Será que esse improvável trio de heróis será responsável por salvar a ilha? O filme é baseado no jogo Angry Birds, um sucesso mundial.

Domingo, 10/7, 13h. Grátis. Retirada de ingressos com 30 min. de antecedência.

BATE-PAPO

  • Cinema da Vela – Corpo e Gênero em Questão

Como parte da programação especial “Corpo e Gênero como Construção”, os convidados e públicos serão convidados a refletir e debater sobre sexualidade e gênero.

Com Pedro Ambra, Hailey Kaas e Bianca Coutinho Dias, mediação Maria do Rosário.

Segunda-feira, 11/7, às 19h30. Grátis. Livre

EXPOSIÇÃO

Interpretação ilustrada dos filmes premiados no 42° Festival Sesc Melhores Filmes e dos 120 anos do Cinema criados pelo artista e ilustrador Igor Tadeu, nas paredes do hall do CineSesc. Concepção geral e ilustração: Igor Tadeu.

Até 31/7.