Connect with us

Hi, what are you looking for?

Luiz Baez

Carioca de 25 anos. Doutorando e Mestre em Comunicação e Bacharel em Cinema pela PUC-Rio.

Crítica

“Eu sei o que aconteceu com você, mas isso não justifica o que você está fazendo.” Miguel (Kiko Pissolato) é o retrato do brasileiro...

Crítica

“É engraçado. Muitas crianças francesas nunca viram o mar. Elas nem devem saber que existe.” Em uma constatação aparentemente banal, Marion Cotillard (“Piaf, Um...

Crítica

“- Essa é mesmo a sua história? – É a história de muitos homens.” Em 1969, após anos na Venezuela, um antigo prisioneiro retorna...

Crítica

“Você tem que resistir. Resistir de qualquer maneira.” Por trás das grades, a câmera se fixa em uma prisão. O plano estático, contudo, logo...

Crítica

“- Você está cometendo um erro. – Eu já cometi muitos antes.” Por herança da Guerra Fria, personagens russas aparecem, até hoje, como grandes...

Crítica

“Isso não é um jantar, querido. Isso é um verdadeiro banquete. Você não imagina.” Falecido recentemente, Otávio Frias Filho enfrentou, durante a década de...

Crítica

“O fardo da vida é o amor.” Vestida com penas negras, uma excêntrica figura versa sobre o amor. Como um anjo da morte, o...

Crítica

“Aprendeu 424 gírias do nada.” Introduzido pela novela “Fina Estampa” (2011-2012), o mordomo Crodoaldo Valério logo conquistou a audiência. De coadjuvante a estrela, a figura não...

Crítica

“Graças àqueles homens, choveria cocaína nos Estados Unidos.” Em 2007, a jornalista Virginia Vallejo publicou Amando Pablo, Odiando Escobar (Amando a Pablo, Odiando a Escobar), autobiografia...

More Posts
Advertisement

 

 

 

“O termo é uma figura de linguagem, uma onomatopeia criada para representar, através da escrita, o som “ofegante” produzido pela boca ao demonstrar certa ansiedade e/ou surpresa. Também é a junção de 3 palavras encontradas no nome da empresa responsável por sua produção e lançamento.”