Em uma noite histórica para a principal premiação do cinema, “Parasita” é o primeiro filme estrangeiro a ganhar o Oscar de Melhor Filme

Foi bonito ver o engajamento das principais figuras de Hollywood nos seus discursos críticos a diversos fatores da própria industria cinematográfica Hollywoodiana e, também, assuntos como as causas ambientais, entre outros. No entanto, nada foi tão importante nessa cerimônia  quanto o que a noite reservava para as principais premiações. Foi visto o que muitos esperavam ha algum tempo da Academia: justiça entre os premiados e menos figuras carimbadas entre os vencedores.

Dessa forma, Parasita saiu do tapete vermelho com quatro premiações, realizando um feito inédito, inesperado e surpreendente, ao conquista os prêmios de Melhor Filme Internacional e Melhor Filme, além dos de Melhor Diretor e Melhor Roteiro. O longa desbancou grandes favoritos como “1917”, que levou três estatuetas e “Coringa”, premiado com duas.

Confira abaixo a lista com todos os vencedores do Oscar 2020:

Melhor Filme

Melhor Direção

  • Martin Scorsese – O Irlandês
  • Tood Philips – Coringa
  • Sam Mendes – 1917
  • Quentin  Tarantino – Era Uma Vez… Em Hollywood
  • Bong Jon Hoo – Parasita

Melhor Atriz

Melhor Ator

  • Antonio Banderas – Dor e Glória
  • Leonardo Dicaprio – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Adam Driver – História de Um Casamento
  • Joaquin Phoenix – Coringa
  • Jonathan Pryce – Dois Papas
Onde upon a time in Hollywood
Imagem: Divulgação/Sony Pictures

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Kathy Bates – O Caso Richard Jewell
  • Laura Dern – História de um Casamento
  • Scarlett Johansson – Jojo Rabbit
  • Florence Pugh – Adoráveis Mulheres
  • Margot Robbie – O Escândalo

Melhor Ator Coadjuvante

  • Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança
  • Anthony Hopkins – Dois Papas
  • Al Pacino – O Irlandês
  • Joe Pesci – O Irlandês
  • Brad Pitt – Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Roteiro Original

  • Entre Facas e Segredos
  • História de um casamento
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Parasita

Melhor Roteiro Adaptado

  • O Irlandês
  • Jojo Rabbit
  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • Dois Papas
Imagem: Divulgação/Pandora Filmes

Melhor Filme Internacional

Melhor Animação

  • Como Treinar Seu Dragão 3
  • Perdi Meu Corpo
  • Klaus
  • O Link Perdido
  • Toy Story 4

Melhor Fotografia

  • O Irlandês
  • Coringa
  • O Farol
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Montagem

  • Ford vs Ferrari
  • O Irlandês
  • Jojo Rabbit
  • Coringa
  • Parasita
Imagem: Divulgação/Netflix

Melhor Direção de Arte

  • O Irlandês
  • Jojo Rabbit
  • 1917
  • Parasita
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Figurino

  • O Irlandês
  • Jojo Rabbit
  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Maquiagem

  • O Escândalo
  • Coringa
  • Judy
  • Malévola
  • 1917

Melhores Efeitos Visuais

  • Vingadores: Ultimato
  • O Irlandês
  • O Rei Leão
  • 1917
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker
Imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures

Melhor Edição de Som

  • Ford vs Ferrari
  • Coringa
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor Mixagem de Som

  • Ad Astra
  • Ford vs Ferrari
  • Coringa
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Canção Original

  • Toy Story 4
  • Rocketman
  • Breakthrough
  • Into The Unknown
  • Harriet

Melhor Trilha Sonora

  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • História de Um Casamento
  • 1917
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker
Imagem: Divulgação/Netflix

Melhor Documentário

Melhor Documentário em Curta Metragem

  • In the Absence
  • Learning to Skateborad in a War Zone
  • Life Overtakes Me

Melhor Curta Metragem

  • Brotherhood
  • Nefta Footbal Club
  • A Sister
  • The Neighbor’s Window
  • Saria

Melhor Animação em Curta Metragem

  • Dcera (Daughter)
  • Hair Love
  • Kitbull
  • Memorable
  • Sister

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Dan Andrade

Cursando Produção Cultural atualmente, sempre foi apaixonado por cinema e decidiu que de alguma forma trabalharia com isso. Tendo como inspiração Steven Spielberg e suas histórias que marcaram gerações, escreve, assiste, lê e aprende, para um dia produzir coisas tão grandes e que inspirem pessoas como um dia ele o inspirou.

Previous Resenha: Os filhos do Capitão Grant, de Júlio Verne
Next Crítica: Maria e João – O Conto das Bruxas

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close